Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
190 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58839 )
Cartas ( 21227)
Contos (13042)
Cordel (10266)
Crônicas (22175)
Discursos (3163)
Ensaios - (9367)
Erótico (13474)
Frases (46084)
Humor (19164)
Infantil (4364)
Infanto Juvenil (3565)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1332)
Poesias (137989)
Redação (3039)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5436)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->MISÉRIA POUCA -- 02/08/2007 - 18:01 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
MISÉRIA POUCA


De acordo com organismos independentes, o Iraque vive um processo de degradação, de aumento da miséria desde a invasão americana em 2003. Isso não é novidade, uma vez que uma guerra sempre deixa um rastro de miséria, por mais que se tente causar o menor número de danos possível.

O problema não foi a só a invasão: foi a seqüência de erros cometidos pelos invasores antes, durante e depois da invasão. Quando se vê a quantidade de trapalhadas executadas pelos membros do mais alto escalão do governo dos Estados Unidos, temos a sensação de estar assistindo a uma comédia digna de um Oscar. E se esse festival de trapalhadas começou antes da invasão (documentos forjados, desculpas esfarrapadas para justificar a derrubada de Sadan Hussein) era de se esperar que terminasse dessa forma: com um verdadeiro desastre. Desastre esse que custa por ano milhares de vidas iraquianas e a ruína de outros milhares.

O povo iraquiano vivia sob um regime autoritário antes da guerra, contudo, havia o que comer, havia moradia, havia a certeza de que poderia sair à rua, ir ao mercado fazer compras e voltar vivo para casa. E o mais importante: apesar de tudo, havia esperança no amanhã, esperança de que mais cedo ou mais tarde as coisas mudariam. Mas hoje em dia não há mais essa esperança, não há mais a certeza de sair de casa e voltar no final do dia. Restou apenas o medo, a desconfiança de tudo e de todos. Nunca se sabe onde estará a próxima bomba, onde estará a espreita um grupo rival pronto para seqüestrar, torturar e assassinar inocentes. Viver no Iraque se tornou para qualquer iraquiano o mais perigoso desafio, onde a morte é a única certeza.

E para que tudo isso? Para derrubar Sadan Hussein que supostamente escondia armas de destruição em massa (o que ficou provado não existir) e mantinha ligação com a rede terrorista Al Quaeda (o que também ficou provado não ser verdadeiro)? Se o motivo era esse, então eu pergunto: Por que derrubar Sadan era tão importante assim? Será que ele foi um ditador tão cruel ao mandar executar dezenas de curdos por tentarem assassiná-lo quando por uma suposição o Senhor Bush causou a morte de milhares de iraquianos? Quem afinal de contas é o mais cruel?





LEIA OUTROS ARTIGOS DO MESMO AUTOR:

O PREÇO A PAGAR

UMA OPORTUNIDADE ÍMPAR

QUE NÃO SEJA EM VÃO...

OS EUA NUM ATOLEIRO

NESSE DOMINGO EU VOU...

A MÁSCARA CAIU

PENSE BEM...

10 MOTIVOS PARA VOTAR EM LULA

LULA ESTÁ CERTO

POR QUE LULA VAI GANHAR A ELEIÇÃO

O QUE FAZER PARA CONTER O CRIME ORGANIZADO

A TODAS AS MULHERES

UMA GUERRA CIVIL ANUNCIADA

A CAMINHO DO BIPARTIDARISMO

REFORMA POLÍTICA JÁ

PARA QUANDO COLHERES UMA ROSA

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui