Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
146 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58134 )
Cartas ( 21211)
Contos (12852)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13452)
Frases (45278)
Humor (18934)
Infantil (4152)
Infanto Juvenil (3229)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138695)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5248)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A A. DO SUL NÃO É MAIS QUINTAL DOS EUA -- 02/03/2005 - 17:45 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A AMÉRICA DO SUL NÃO É MAIS QUINTAL DOS EUA


0000FF”> A mais recente e inédita vitória da esquerda no Uruguai mostra os rumos que os sul-americanos pretendem tomar. Gostem ou não, é fato consumado que há um processo de união e fortalecimento da esquerda latino-americana. As eleições de Chaves na Venezuela, Lula no Brasil, Kirchner na Argentina, e agora Vázquez no Uruguai é a prova de que o Neo-liberalismo e o alinhamento aos EUA chegaram ao fim.

Até pouco tempo Argentina e Uruguai mantinham um alinhamento em todos os setores com os EUA. Dir-se-ia até que os dois países não passavam satélite dos EUA. Todavia, Kirchner, foi eleito com a promessa de romper esse alinhamento incondicional com os EUA, e o mesmo aconteceu com Tabaré Vázquez que foi eleito prometendo maior integração com os vizinhos em detrimento do alinhamento com os EUA.

E essa guinada à esquerda pode ser percebida de forma mais clareza quando se olha a lista dos presentes na posse de Vázquez. Os chefes mais importantes eram exatamente Chaves, Lula e Kirchner. A única ausência sentida foi a de Fidel Castro que não pode comparecer e mandou um enviado especial. E a mudança de comportamento do Uruguai com relação à Cuba já pode ser notada. Antes o país sul-americano combatia o regime cubano, hoje o tem como aliado.

A conclusão que se pode tirar é a de que os povos sul-americanos estão mais interessados em se unirem para encontrar juntos soluções para seus problemas do que recorrerem ao primo rico para ajudá-los. Não é por acaso que a América do Sul está virando as costas para os norte-americanos. Prova disso é o pouco caso que estão fazendo com relação à ALCA. É como diz um alto funcionário do governo dos EUA: “ A América Latina não está mais circunscrita ao hemisfério que ocupa, como um conjunto de países no quintal dos EUA.”




LEIA OUTROS ARTIGOS DO MESMO AUTOR:

VAI FALTAR EMOÇÃO

O PT NA ENCRUZILHADA

O QUE ESPERAR DE 2005?

POR QUE BUSH GANHOU

O RETORNO À IDADE MÉDIA

AOS PERDEDORES, O CASTIGO

DE NOVO ESSE ASSUNTO?

O LEGADO DOS EUA NO IRAQUE?

A HISTÓRIA SE REPETINDO

O NOVO VIETNÃ

IRAQUE: UMA LIÇÃO

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui