Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
115 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12601)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2672)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138213)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O REBAIXAMENTO DA NOTA DO BRASIL -- 11/09/2015 - 10:02 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O rebaixamento da nota de crédito do Brasil para especulativo pela agência de classificação de risco Standard & Poor`s é um reflexo da situação política e econômica pela qual o país vem passando nos últimos meses. Aliás, mais por questões políticas do que econômicas, uma vez que não há aparentemente razão para a redução dessa nota, uma vez que o Brasil é um país capaz de honrar seus compromissos a médio e longo prazo. No entanto, é preciso reconhecer que, no âmbito político, a situação está complicadíssima e não há a curto prazo uma solução. Independentemente dos erros do governo, erros esses que culminaram com a crise atual, o Congresso Nacional tem um papel fundamental no agravamento dessa crise, pois parece fazer de tudo para criar problemas para o Executivo, que procura fazer o impossível para reequilibrar as contas públicas. Embora o Senado esteja mais alinhado com o Governo Federal, procurando muitas vezes apagar o incêndio provocado pela Câmara dos Deputados, ainda sim não deixa de criar entraves. Claro que o embate em Câmara dos Deputados e Governo Federal é fruto em parte da fragilidade do Governo Dilma e da falta de coordenação entre o Palácio do Planalto e os parlamentares. Mas não é só isso. O governo não tem uma maioria de fato, capaz de acompanhá-lo para o que der e vier. E isso faz com que boa parte dos deputados chantageie o Governo Federal a fim de obter algum ganho, já que a política nacional sempre foi na base do toma lá dá cá. E infelizmente nossos deputados preferem, antes de tudo, pensar em si mesmos do que nos seus eleitores ou no próprio país; aliás, o que muitos querem infelizmente é o “quanto pior melhor” . Por isso eles têm a sua parcela de culpa no rebaixamento da nota de crédito do Brasil, mesmo não sendo eles que tenham gerado essa crise. Além de não ajudarem a resolvê-la, procuraram, por outro lado, torná-la mais aguda. Agora não adianta dizer que o Congresso não tem nada a ver com essa história porque esse papo furado não cola. Eles tem culpa sim e muito!




ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO RECANTO DAS LETRAS


NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG







LEIA OUTROS ARTIGOS DE MINHA AUTORIA:

A EUROPA É CULPADA DISSO:

O PIOR JÁ PODE TER PASSADO

A PRISÃO DE DIRCEU E A CRISE NO GOVERNO

A SITUAÇÃO DE EDUARDO CUNHA SE COMPLICA

QUEREM CULPAR O PT POR TUDO

AS SEMENTES DO ESTADO ISLÂMICO

A CORRUPÇÃO E A DIVISÃO DO PAÍS

OS ATAQUES TERRORISTAS NA FRANÇA

A DESRAZÃO DOS DERROTADOS

O JOGO DE CENA ENTRE O OCIDENTE E A RÚSSIA

MARCHA DA FAMÍLIA: UM DESVARIO

O SILÊNCIO DO BRASIL NA CRISE UCRANIANA

A VENEZUELA À BEIRA DE UM CAOS

OS TEMPOS SÃO OUTROS

MINISTRO ADMITE NOVOS APAGÕES

O QUE HÁ POR TRÁS DA RENÚNCIA DE AZEREDO

O PERIGOSO CAMINHO TRILHADO PELA VENEZUELA

A BÉGICA E A EUTANÁSIA

VEM AÍ MAIS APAGÕES

SOBRE AS DOAÇÕES A GENOÍNO E DELÚBIO

OS INVESTIMENTOS BRASILEIROS EM CUBA

O JOGO POLÍTICO PARA AS ELEIÇÕES COMEÇOU

OS ROLEZINHOS NOS SHOPPING CENTERS

OS HORRORES NO PRESÍDIO DE PEDRINHAS

DILMA LARGA COM GRANDE VANTAGEM

UM POVO QUE JOGA DINHEIRO FORA

OS CRÍTICOS MEIA BOCA

DROGAS E HIPOCRISIA





NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui