Usina de Letras
Usina de Letras
80 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60244 )

Cartas ( 21285)

Contos (13380)

Cordel (10346)

Cronicas (22255)

Discursos (3185)

Ensaios - (9662)

Erótico (13517)

Frases (47988)

Humor (19476)

Infantil (4776)

Infanto Juvenil (4119)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139150)

Redação (3095)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5762)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cartas-->João F... O caviar da alteração -- 10/02/2007 - 06:21 (CARLOS CUNHA / o poeta sem limites) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
















Adriana Lima - Roberthinha Portela - Ivone Liberato - Edna Velho - Juliana Canabarro - Bruna Ferraz - Silmara Miranda - Luiza Tome - Mariane Aguiar & Rose Oliveira - Angelita Feijo - Silvia Saint & Evelyn Lory - Danielle Gamba - Adriana Sage - Lana Toledo - Viviane Araujo - Xuxa Meneguel


CARLOS CUNHA





O poeta sem limites apresenta o



João Feijão


José e João são iguais a arroz e feijão, tem em todo lugar e na USINA o Feijão também não podia faltar. Nela, apesar de seus muitos pratos sofisticados, há alguns em que o feijão se destaca. Tem aqui a boa Feijoada, que todos comem e apesar de satisfeitos querem repetir o prato, o delicioso Tutu, o saboroso e bem temperado Tropeiro e muitos outros, além do Feijão que azedou, quando usou o placar tentando ser caviar!
Pare com as alterações, seu idiota.


Pra quem não entendeu, a Feijoada aqui sou eu...







Ursula Martinez

Show de magia e sensualidade







Textos e contos eróticos

Pra Carminha “uma pica” é só diversão

A certinha e a menina que brinca de amor

As baladas as vezes não fazem falta

Um sonho de empregada

Flagrante de adultério

Ele bateu uma punheta e foi dormir

O grande amor da Camilinha

O peso de um cabaço

Mulher & Mulher, é simplesmente maravilhoso

Faz o que quiser comigo que afinal é nossa foda de Natal

Instinto de mãe e de mulher

Bundas que abundam minhas fantasias

Lamber, chupar, morder bem devagar...

Uma gordinha safada

Estrupo na cadeia feminina

A mãe “entendida” de uma aluna do COLÉGIO DE MOÇAS

As gêmeas e o namorado da prima

Adultério

Sexo sob o chuveiro

E assim todo mundo goza

Papai e o “viadinho”

A menina dormiu nua e toda melada

Suruba na despedida pras férias

Brincadeira entre meninas

Ser enrabada é a coisa mais deliciosa desta vida

Transa Lésbica

Uma mulata de “grelo” enorme no COLÉGIO DE MOÇAS

O Turco Nagib

Suruba na cachoeira de Guararema

Dorotheia “Banda Larga”

Gangs de sexo no COLÉGIO DE MOÇAS

Troca de casais

Irmã Clarissa e o jovem padre



(clique no título)






Novelas e seriados eróticos


Putas & Meretrizes

A novela erótica que está sendo lida e adorada pelos leitores do poeta. Um padre chileno devasso, a viúva que é a sua amante, suas filhas, que não deixam nada a desejar á lascívia da mãe, e uma amiga lésbica da irmã mais velha são os personagens dos primeiros capítulos. Entre eles rola muita sacanagem e tem também o namoradinho crédulo da irmãzinha mais nova, que deita e rola com a menininha e sonha em lhe tirar a virgindade, mas ela perde o cabaço e totalmente a inocência em orgias lésbicas com a irmã e a amiga dela. Uma estória feita pra quem gosta de sexo, diversão e safadeza.



Capítulos 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9






Meninas da noite...



São tantas que não dá para falar sobre elas todas em uma história só! Enquanto as pessoas ditas normais e que vivem seus padrões tradicionais rotineiros, opacos e sem sal dormem, essas garotas simplesmente barbarizam em suas existências e dominam a alegria do mundo. Amam com uma intensidade fantástica e levam suas vidas dessa mesma maneira intensa, as devoram como se elas fossem pratos finos e suculentos.
Cristianes, Iolandas, Marildas, Bárbaras, Magalis, Marias ou simplesmente “meninas da noite” sem nome. Todas vivem na penumbra e no anonimato, são “meninas da noite” á procura de tudo e encontrando esse tudo no fator de existirem em total liberdade.
Os homens heterossexuais saem á caça delas para comê-las, as lésbicas as tem como parceiras – pois muitas delas também o são – e os gays as respeitam e as adoram por serem verdadeiras amigas e irmãs para eles. Mesmo aqueles que as censuram e desaprovam a maneira de vida delas – os que se acham santinhos e que dormem enquanto elas vivem intensamente – tem sonhos libidinosos e fantasiam situações com elas que escondem de si próprios, além de baterem muitas punhetas pensando nelas. Leia as histórias que falam sobre elas...


A hora da coruja

E assim todo mundo goza

Vinho e sexo, um grande remédio

As gêmeas e o namorado da prima

A filha “metelona” do pastor de igreja

Buceta com farinha

Ela e a outra... Beijos e carícias ao luar

Estrupo na cadeia feminina

Amores perigosos da madrugada

Masturbando o bucetão peludo e negro

Surubas Lésbicas – parte 1






"Grande Família"



UMA LEITURA IMPERDIVEL...


Um seriado em que rola lesbianismo, pederastia, fantasias eróticas, muita sacanagem entre jovens, adultos, gente já bastante madura e muito sexo desregrado, tudo num cotidiano de pessoas bastante comuns e inocentes. Histórias que englobam tudo isso com muito senso de humor, realidade de vida, romantismo e muita festa. A vida mostrada como ela é e sem hipocrisias, falsidades, com muito amor e intenso prazer da carne. É só clicar na imagem para ler o primeiro conto.

Outros contos da série

Você sabe que te amo e adoro te chupar

Pênis artificial de borracha

O gostinho do seu gozo






Série de eróticos/lésbicos

COLÉGIO DE MOÇAS

(contos que vão te deixar cheia(o) de água na boca)



Gangs de sexo no
COLÉGIO DE MOÇAS


Uma mulata de "grelo" enorme no
COLÉGIO DE MOÇAS


Suruba na despedida pras férias no
COLÉGIO DE MOÇAS


Brinquedos eróticos japoneses no
COLÉGIO DE MOÇAS


A mãe “entendida” de uma aluna do
COLÉGIO DE MOÇAS







Mulheres de hoje...





Uma gostosa na areia

No banheiro do shoping

O que vale é o sexo desregrado

Ficar… E meter adoidado

Pra mim foi só sexo






Bom fim de semana à todos







Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui