Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
100 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57044 )
Cartas ( 21170)
Contos (12603)
Cordel (10078)
Crônicas (22198)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43640)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->SALVE-SE QUEM PUDER -- 02/07/2011 - 15:54 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Há um forte cheiro de crise econômica no ar. E não é daquelas passageiras, que afeta uma meia dúzia de países sem fazer muito estrago. Ao que tudo indica, a crise que se aproxima poderá ser bem pior que a última cujos principais protagonistas foram os EUA e alguns países europeus. Os EUA continuam a capengar e sua moeda (o dólar) a a se desmanchar feito papel velho, deteriorado pela ação do tempo e das traças.

A Europa então nem se fala. A Grécia, apesar de todos os esforços, não terá outra alternativa a não ser o calote. O aperto aprovado só vai gerar mais desemprego e uma retração sem precedentes na economia grega, reduzindo ainda mais as receitas, o que fatalmente dificultará ainda mais o pagamento das dívidas. Só não ver quem não quer que a Grécia está num buraco sem saída: ou o calote ou o calote No mesmo caminho está Portugal, embora em melhores condições, que vai sofrer uma grande retração com o aperto proposto pelo parlamento. Talvez Portugal até escape de um calote mas a um custo alto demais. Em situação difícil também está a Irlanda, Itália, Islândia, e mais um outro país cuja crise pode se agravar nos próximos meses. Na realidade o calote grego vai desestabilizar o Euro e afetar a maioria dos países europeus. Inclusive a toda poderosa Alemanha..

Se não bastasse todos esses problemas, ainda temos a instabilidade no Oriente Médio, onde a crise pela qual passam Egito, Síria, Líbia, Tunísia e Iêmen está afetando profundamente a economia desses países. Embora não representem muito nas importações e exportações globais, o pouco que representam já é o bastante para tornar mais difícil uma situação difícil. De mais a mais, a ondas de revoltas populares nesses países pode contaminar outros cuja importância econômica seja bem mais significativa, como Arábia Saudita por exemplo. Aliás, uma instabilidade política no Irã é capaz de afetar toda a região, provocando um grande nervosismo nos mercados financeiros a ponto de provocar grandes perdas nas bolsas de valores. E para finalizar, há ainda os desastres naturais, capazes de provocar grandes prejuízos, como os terremotos no Japão, vulcões ao redor do mundo, etc, etc... Enfim se a metade desses problemas ocorrerem ao mesmo tempo, o mundo viverá um caos sem precedentes e muitas economias irão à bancarrota. E convenhamos, o Brasil se saiu muito bem da última crise, mas não passará imune a próxima. Salve-se quem puder.






ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO ORKUT

NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG






LEIA OUTROS ARTIGOS DO MESMO AUTOR:

O PLEBISCITO DE 2005 E A TRAGÉDIA NO RIO

AS REVOLTAS POPULARES NO MUNDO ÁRABE

O TIRO NO PÉ DA NOKIA

IMPRESSÕES ACERCA DO SAMSUNG GALAXY TAB

O QUE ESPERAR DO GOVERNO DILMA?

O MORRO DO ALEMÃO E OS TRAFICANTES

A VITÓRIA DE DILMA ROUSSEFF

ELEIÇÕES 2010: QUANTA INGENUIDADE!!!

TEM GENTE QUE GOSTA DE SER ENGANADO

O QUE ACONTECERÁ SE SERRA FOR ELEITO?

MOVIDOS PELO ÓDIO

ELEIÇÕES 2010: PARTINDO PARA O ATAQUE

ELEIÇÕES 2010: FATOS SÃO FATOS

ELEIÇÕES 2010: UM ESPETÁCULO CIRCENSE

ELEIÇÕES 2010: QUANDO ALGO COMEÇA ERRADO...

ELEIÇÕES 2010: O QUE APONTAM AS PESQUISAS

AS ELEIÇÕES E A COPA

A MENINA ÔNIBUS (RESUMO DA OBRA)



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui