Usina de Letras
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60244 )

Cartas ( 21285)

Contos (13380)

Cordel (10346)

Cronicas (22255)

Discursos (3185)

Ensaios - (9662)

Erótico (13517)

Frases (47988)

Humor (19476)

Infantil (4776)

Infanto Juvenil (4119)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139150)

Redação (3095)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5762)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Sábado a noite na praça -- 21/04/2007 - 05:42 (CARLOS CUNHA / o poeta sem limites) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
















ff4800>























Costumo ler e ouvir muita coisa sobre projetos de recuperação da memória, da importância do resgate da história, do valor das coisas tradicionais e também lamentações pelo descaso com a história e com as tradições, mas todos sabem que o descuido é grande, que mesmo com os projetos de "conservação e restauração" a cada dia que passa as tradições mais estão acabando!



















Sábado á noite na praça



Nas noites de sábado a praça tem um sabor doce para as pessoas que nela se senta, com muita fome de sossego, após mais uma semana rotineira de labuta.

Nos sábados de inverno, na praça, as pessoas encapotadas não deixam de ir ver a banda. A banda que com seus acordes belos louvou as flores quando era primavera. Que no verão encantou, com sua doce harmonia, a centena de pessoas que na praça foram, á procura de se refrescar com a brisa amena e saborear a melodia divina dos couros e dos metais. No outono, tempo de laranja melada, lá estava de novo a banda tocando suave e docemente.

A praça tem banco de pau verde. Tem o coreto redondo cercado com grade de ferro no centro... Tem a banda que tem trombone. Nela as árvores centenárias cercam as pessoas jovens, crianças e velhos que dividem pipoca e algodão-doce.

A praça é sempre lugar de se encontrar alguém que passeia e procura por alguém.

Muita gente vai à praça ver a banda... Namorar. Vai brincar, ler algo belo; é só ser sábado e a noite chegar.









CARLOS CUNHA

O Poeta sem limites

















Textos e contos eróticos



Pra Carminha “uma pica” é só diversão



A certinha e a menina que brinca de amor



As baladas as vezes não fazem falta



Um sonho de empregada



Flagrante de adultério



Ele bateu uma punheta e foi dormir



O grande amor da Camilinha



O peso de um cabaço



Mulher & Mulher, é simplesmente maravilhoso



Faz o que quiser comigo que afinal é nossa foda de Natal



Instinto de mãe e de mulher



Bundas que abundam minhas fantasias



Lamber, chupar, morder bem devagar...



Uma gordinha safada



Estrupo na cadeia feminina



A mãe “entendida” de uma aluna do COLÉGIO DE MOÇAS



As gêmeas e o namorado da prima



Adultério



Sexo sob o chuveiro



E assim todo mundo goza



Papai e o “viadinho”



A menina dormiu nua e toda melada



Suruba na despedida pras férias



Brincadeira entre meninas



Ser enrabada é a coisa mais deliciosa desta vida



Transa Lésbica



Uma mulata de “grelo” enorme no COLÉGIO DE MOÇAS



O Turco Nagib



Suruba na cachoeira de Guararema



Dorotheia “Banda Larga”



Gangs de sexo no COLÉGIO DE MOÇAS



Troca de casais



Irmã Clarissa e o jovem padre

















As páginas mais coloridas, interessantes, cheias de conteúdo e também as mais acessadas da USINADELETRAS, com uma média de 15.000 visitas diárias e um total de mais de 7.500.000. Nelas você encontra poesias suaves, dedicadas aos amantes ingênuos, e outras muitas, muito pesadas, para aqueles que se entregam ao amor sem restrições e que fazem do delírio da carne sua religião. Há nelas contos interessantes, sobre vários assuntos, que prendem a atenção do leitor e também muitos que contam histórias eróticas que os excitam e que os fazem masturbarem-se ao lê-los, infantis deliciosos que agradam as mamães e que deliciam as crianças, humor fino de alegria delirante com muito visual engraçado e muito mais. Há nelas também letras de músicas com midi-voice, infanto-juvenis alegres e educativos, crônicas e artigos interessantíssimos, frases muito profundas, além de textos religiosos que enaltecem a pureza da alma. Em eróticos tem textos delirantes, contos quentíssimos, novamente muita poesia, além das fotos de belas e deliciosas mulheres (que também são encontradas aos milhares nos ensaios) e vídeos de primeira qualidade – tudo livre de vírus.

















Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui