Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
229 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13075)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46345)

Humor (19241)

Infantil (4416)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138112)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1940)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->NÃO VOU FICAR CALADO -- 28/09/2005 - 11:17 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
NÃO VOU FICAR CALADO


Não sou do tipo que gosta de ficar criando polêmicas sem motivos. Não, não perco meu precioso tempo com isso. Contudo, nem sempre é possível suportar certas coisas. Aí somos levados a protestar e se necessário criar polêmicas.

Eu sei que muitos colegas -- se é que podemos chamar algumas pessoas de colegas – não têm a pretensão de se tornar um escritor ou mesmo de contribuir para a divulgação de conhecimentos. Sei que há outros que estão aqui por puro divertimento, para suprir alguma deficiência psicológica ou até mesmo para simplesmente bagunçar. Em todo lugar é assim, aqui não seria diferente. Todavia não sou obrigado a ver o sr. Carlos Cunha, bagunçar com a nossa querida Usina de Letras e ficar calado.

Quero deixar bem claro que não tenho nada contra o uso de imagens para deixar os textos mais bonitos. A Milazul e o Torre da Guia fazem isso e os trabalhos deles ficam lindos e maravilhosos – um verdadeiro trabalho de arte --. A questão é na forma e nas imagens utilizadas pelo sr. Carlos Cunha.

Até onde eu sei, a Usina de Letras é um site de literatura; portanto, qualquer leitor que clicla num link espera encontrar algo para ler. Mas não é isso que acontece com o sr. Carlos Cunha. Vejamos:

· Primeiro: ele não tem nenhum respeito para com os colegas, uma vez que publica uma quantidade absurda imagens pornográficas na seção ensaios comprometendo o trabalho sério de muita gente, pois sua pornografia empurra os textos dos colegas para baixo ou para outras páginas impedindo que os mesmos sejam lidos;

· Segundo: o sr. Carlos Cunha não se dá nem mesmo ao trabalho de escrever uma linha de texto nas imagens que publica. Se pelo menos escrevesse algum comentário ou algo que justificasse o uso de tais imagens ainda se poderia usar isso como desculpa. Mas não. Simplesmente não escreve nada. Talvez lhe falte capacidade para isso.

· Terceiro: Ele também não se dá ao trabalho de publicar suas pornografias na seção adequada. Tudo bem que muitos colegas também não respeitam isso; mas ninguém é obrigado clicar num link da seção cartas, por exemplo, pensando que vai encontrar uma carta e deparar com uma mulher inteiramente nua. Convenhamos amigos, tudo tem um limite. Já pensaram se no mundo não existissem regras e limites? Não é porque que o sr. Carlos Cunha se define o POETA SEM LIMITES que pode fazer o que bem entender. Que ele seja SEM LIMITES isso já sabemos, mas POETA nós ainda estamos esperando para ver.

· Quarto: Segundo o que a Usina de Letras propõe, ela se diz um local para novos talentos possam publicar seus trabalhos. Só que não vejo o sr. Carlos Cunha publicar nada de sua autoria. Quando não publica fotos pornográficas, vídeos eróticos, imagens e jogos encontrados em outros sites ele simplesmente copia textos de autores conhecidos como se já não existissem tantos outros lugares apropriados para essa finalidade. Ou seja, ao invés de gastar seu tempo produzindo alguma coisa própria, ele prefere gastá-lo na procura de trabalhos alheios para se beneficiar desses mesmos trabalhos. Isso não é um tanto vergonhoso?

Esperamos que o sr. Carlos Cunha tenha algum bom senso e não continue dando sua contribuição para a fragilização dessa Usina tão fragilizada com fraudes no placar. Porque temos que ser conscientes. Quando percebi que minhas frases poderiam estar prejudicando a leitura dos colegas, o que fiz? Reduzi a publicação das mesmas. Agora não publico mais do que meia dúzia de frases por mês. Até porque acho um absurdo uma frase ter quase dez mil leituras num único mês.

Apesar de ter renovado minha assinatura por mais seis meses há pouco tempo, não pretendo renová-la novamente. Se não houve uma melhora na qualidade dos serviços prestados pelo site, se não houver uma forma de coibir os abusos serei mais um a procurar outro lugar. Ainda não o fiz por respeito aos meus leitos.

Quero deixar bem claro que não tenho nada contra a pessoa do sr. Carlos Cunha, até porque nem o conheço, mas sim contra sua atitude diante dos colegas.





LEIA OUTROS ARTIGOS DO MESMO AUTOR:

OS 300 PICARETAS

O FIM DO GOVERNO LULA

USINA DE QUÊ?

PROPOSTAS PARA O FIM DA CORRUPÇÃO

LITERATURA E PORNOGRAFIA

POR QUE MARCOS VALÉRIO MENTE TANTO?

E AGORA PT?

O GOVERNO LULA E A REVOLUÇÃO FRANCESA

A USNA DE LETRAS E A CORRUPÇÃO

EU QUERO O MEU PT DE VOLTA

A MULHER TRAÍDA

AOS USINEIROS

AS CONTRADIÇÕES NO CASO SHIAVO

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui