Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
30 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57782 )
Cartas ( 21194)
Contos (12705)
Cordel (10211)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9129)
Erótico (13429)
Frases (44605)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138432)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5050)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->POEMA DA RESIGNAÇÃO -- 09/03/2015 - 23:03 (SALETI HARTMANN) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


O turbilhão da vida,

aquietou-se no meu ser.

O que era ódio,

transformou-se em resignação.



Não posso calar a voz,

dos que nasceram para matar o Amor.

Não posso fazer parar,

a fúria maldita

que traz a Dor.



Hoje, canto o meu melhor Poema,

na forma de Resignação.



Canto a canção mais mansa,

e a canção mais pura,

que meu coração conhece...



Porque,



é na Resignação de Deus,

que encontrei a maior Força

Para combater o Desamor.



Saleti Hartmann

Professora e Poetisa

Cândido Godói-RS
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 131 vezesFale com o autor