Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
30 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57782 )
Cartas ( 21194)
Contos (12705)
Cordel (10211)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9129)
Erótico (13429)
Frases (44605)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138432)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5050)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O ERRANTE -- 09/03/2015 - 22:31 (SALETI HARTMANN) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Dizes que eu

me contento

em viver

num mundo

pequeno.



E por isso

te pareço

sempre

igual.



Enganas-te.

Aqui,

do meu recanto

lanço meu olhar

também para longas distâncias.



E - tal como tu -

Sinto-me maravilhada

- com a novidade

da vida -

segundo a segundo

do tempo que corre.



A diferença está

na tua necessidade

de se

desgarrar

do rebanho,

sendo eterno

errante

caminhando

pelo mundo.



E eu

lancei

aqui

minhas

raízes...



E podes ter

certeza:

- No final

ambos

nos

reencontraremos

na mesma

encruzilhada

que divide,

separa,

e novamente

REÚNE

os caminhos

da vida.



E ambos,

teremos

ternas e renovadas

novidades

um para o outro.



Indefinidamente,

Ilimitadamente,

Errante Amigo.



Saleti Hartmann

Professora e Poetisa

Cândido Godói-RS
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 5Exibido 162 vezesFale com o autor