Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
116 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57014 )
Cartas ( 21168)
Contos (12604)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43604)
Humor (18447)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138217)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->TUA PELE DOURADA DE SOL -- 04/01/2014 - 13:08 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Tire esta roupa, meu tesão

Ela ofusca a tua beleza

E esconde a tua sensualidade

Tuas curvas tão belas são uma perfeição

E não merecem estar escondidas

Sob todo estes panos

Feito uma pedra de diamante

Embrulhada num velho e desbotado jornal



Sabe aquela tanguinha que me alucina?

Coloque-a e venha pra piscina

E deixe o seu bumbum arder

Pois é queimadinho assim

Que me dá mais prazer...



Deixe o sol riscar a tua pele

E deixá-la deliciosamente irresistível

E eu te cobiçarei mais intensamente

Que você por certo cobiçarás

Um valioso colar de diamantes.

E embora você não seja um objeto

-- e eu sei perfeitamente disso --

Eu te cobiçarei com o mesmo desejo



Cubra o mínimo de teus seios

Apenas a parte que eu adoro chupar

Embora assim me provocarão devaneios...

Elas, o sol não deve tocar

Somente meus lábios, num desejo ardente



Afinal, é tua sensualidade que me alucina

E que me faz agir feito um leão

Quando ao sair da piscina

Assim, ardendo de tesão

Sensualmente você me chama:

“Venha me despir todinha

E tomar posse das marquinhas

Que o sol fez pra você...”





ENCONTRE-ME TAMBÉM:

NO ORKUT

NO FACEBOOK

TWITTER

NO MEU BLOG





ÚLTIMOS POEMAS PUBLICADOS:

ANSEIOS E DEVANEIOS

A SAUDADE É TUDO ISSO

A MUSA INALCANSÁVEL

DESESPERO

AMAR É MEU MAIOR DEFEITO

SORRISO DESCONSERTANTE

MORRO A CADA MOMENTO

NOS DESENCONTROS DA VIDA

SEM VERDADES E CERTEZAS

EU PROCURO UMA RAZÃO

LOUCURAS

AOS PÉS DUMA DEUSA

TRANSFORMANDO-A NUMA PUTA

AMAR-TE É MINHA SINA

UMA DOR QUE TEIMA EM NÃO CESSAR

SAUDADES DA VELHA USINA(2)

UM APAIXONAR-SE

O QUE NOS FAZ SUPORTA A VIDA

TUA FELICIDADE É O MEU FIM

O PRAZER DE VÊ-LA SORRIR

NÃO DEIXE DE LER: 30 TEXTOS MAIS LIDOS DA USINA NOS ÚLTIMOS 6 MESES
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui