Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62480 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50867)
Humor (20083)
Infantil (5501)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->Ele preferiu o Taquinho -- 18/02/2004 - 06:57 (Charliza Collina) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Não busco absolvição. É só uma confissão, sem contrição. Sinto ainda em meu rosto o roçar da barba por fazer de Padre Jesuíno, como ouço também o mais doce roçar de sua batina em meus pés naquela festa junina que começamos por uma inocente quadrilha e fomos acabar com um beijo que até hoje me faz corar e recusar, ainda que ansiando loucamente pelo quentão que me ofereçam.

Se no vinho está a verdade, no quentão é que ela se despe e se insinua, se interpenetra e se o não faz, quem dela não se saciou aqui jaz.

Bem que ele me disse, trêmulo, pressago, quiçá, num pós-missa brevíssimo enquanto o esperavam casais, senhoras e senhores para os cumprimentos, o chá, os bolinhos: se tanto nos atraimos, tanta tentação nos impele, temos que nos provar diante dela. Com ela seguir para testar nossa resistência, nossa fé inquebrantável.

Mas não fomos. Ele preferiu seguir com o acólito. O Taquinho.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui