Usina de Letras
Usina de Letras
98 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62140 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10334)

Erótico (13566)

Frases (50548)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4749)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->O CONTRA-ATAQUE -- 31/01/2000 - 20:13 (antonio temoteo dos anjos sobrinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O CONTRA-ATAQUE








Corre a partida muito disputada,


fortes ataques, a melhor defesa,


de cada drible, lance, outra jogada,


renasce outra jogada de surpresa.





E surge um contra-ataque. Em disparada


o ponta e a bola correm com leveza,


e cruza o ponta a bola aveludada,


que aveludada cai com sutileza...





no peito do atacante faz seu ninho,


desce de leve ao chão de-va-ga-ri-nho,


quica... num toque o beque escorregou,





sobra o atacante e o arqueiro vem-lhe aos pés,


do encanto um toque do camisa dez


e grita e explode o estádio inteiro é gol !!!


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui