Usina de Letras
Usina de Letras
91 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62141 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10337)

Erótico (13566)

Frases (50548)

Humor (20020)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4749)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->CURTO POR MENOS -- 31/01/2000 - 20:05 (antonio temoteo dos anjos sobrinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
CURTO POR MENOS








Gosto das feias, da mulher dengosa,


da mais ou menos, da mulher levada,


tenho, confesso, por mulher cheirosa


queda manhosa no peito acoitada.





Curto por menos u’a fera formosa


que usa perfume e não é perfumada,


já que tragando a fumaça bodosa


fez-se mimosa mulher defumada.





É no cigarro, por ser indecisa,


e assim no isqueiro que acende e a ilumina


que ela bolina, se agarra e improvisa.





Por insegura se entrega à rotina


solta as tragadas que o ego entroniza,


se narcotiza e se julga divina.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui