Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
109 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57788 )
Cartas ( 21194)
Contos (12699)
Cordel (10213)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13430)
Frases (44614)
Humor (18718)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138441)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5054)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->A MULHER DOS DOIS MARIDOS -- 26/12/2006 - 16:41 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A MULHER DOS DOIS MARIDOS
Autoria: Poeta Repentista Louro Branco

Tem gente que faz um pedido e vem menor,
se depois pedir maior, aí vem grande demais,
dois tamanhos desiguais, um perde pra os encolhidos,
o outro dá nos compridos, um cresceu, outro encolheu,
foi assim que aconteceu com a MULHER DOS DOIS MARIDOS.

ZEFA fez no seu terreno da rua do cabaré
dois prédios forma chalé, se juntou com ZÉ MORENO,
o rapaz meio pequeno, com pinta de bom mulato,
só que na cama foi chato, ZEFA diz que ZÉ MORENO
tem o negócio pequeno do mesmo jeito dum gato.

ZEFA ficou sem gostar, querendo mais comprimento,
perguntou pra doutor BENTO, tem um jeito de aumentar ?
Disse o Doutor: se estirar, vai ser coisa muito pouca,
ZEFA falou quase louca, fica tão bom se crescer !
Doutor é triste comer sem sentir nada na boca !!

ZEFA não desprezou ZÉ, mas ficou com muita pena
achando a colher pequena, pra mexer no seu café,
lembrou do outro chalé, falou um só deu pior,
com outro macho é melhor, embora a feira não venha,
mas possa ser que ele tenha um material maior.

ZEFA no segundo laço conquistou PICASSO GOMES,
disse dois machos, dois nomes, cada um faz um pedaço,
agarrou logo PICASSO, botou no outro chalé,
combinou tudo com ZÉ, pra não ter briga depois,
foi morar com todos dois na rua do cabaré.

ZEFA falou logo, e é assim que com dois eu faço,
uma noite é de PICASSO, a outra noite é de ZÉ,
mas de noite ela deu fé que tinha peso no gás,
ZEFA pinotou pra trás na hora do tapa oco
gritando se ZÉ tem pouco, esse imoral tem demais !

PICASSO inda se mexeu pra fazer amor bonito,
só que ZEFA deu um grito que o colchão amoleceu,
vestiu a roupa e correu pra não perder o embalo,
foi ver seu irmão Gonçalo e disse assim meu irmão:
eu nunca fui égua não, mas arrumei um cavalo !

ZEFA depois do cansaço foi falar com Doutor BENTO,
Doutor eu me arrebento se for transar com PICASSO,
me diga como é que faço, me ajude Doutor Bento,
o outro tem dez por cento, esse tora qualquer fato,
o ZÉ herdou a do gato e PICASSO a do jumento.

O Doutor só por favor, disse vou fazer de graça,
como você quer que faça, eles num sentem nem dor,
ZEFA disse: seu Doutor, corte sem ele dar fé,
um palmo acima do pé da tubiba de PICASSO
e depois pregue o pedaço na tijubina do ZÉ.

Se aprovar tudo em paz, casada de DOIS MARIDOS,
QUENGA que tem dois queridos, moça com dois desiguais,
um pouco e outro demais, num a do gato mimoso,
noutro a do jegue fogoso, corte a ponta da maior,
pregue a tora na menor, que fica tudo gostoso !!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 1216 vezesFale com o autor