Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
52 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57762 )
Cartas ( 21192)
Contos (12699)
Cordel (10207)
Crônicas (22326)
Discursos (3143)
Ensaios - (9127)
Erótico (13426)
Frases (44560)
Humor (18707)
Infantil (3973)
Infanto Juvenil (2911)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138413)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5040)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->DESAFIO: Dantas x Virgolino (III) -- 07/12/2006 - 10:25 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
DESAFIO: Dantas x Virgolino (III)
José de Sousa Dantas, em 07/12/2006

VIRGOLINO
Vem amanhecendo o dia,
o cansaço está chegando,
DANTAS, mais jovem, cantando
sem enfado, com energia,
prova-se imbatível na poesia,
vi chegada a minha hora
de dar adeus e ir embora,
recolher-me ao meu ninho,
sair dessa de fininho,
levar paulada? Tô fora!

DANTAS
Num DUELO se arvora,
se exalta e se aquece,
se agita e se aborrece,
mas toda torcida adora,
pula, vibra, comemora
o desfecho da contenda,
acalorada e tremenda,
onde tem um ganhador,
e cada espectador
nos brinda com a COMENDA.

VIRGOLINO
Entrego o troféu a DANTAS,
com certeza, merecido,
de cordel grande entendido,
suas poesias são tantas,
nem ele saberá quantas
boas obras escreveu,
afinal, DANTAS bebeu
a água limpa da cultura
de Pombal, terra madura,
onde estudou e aprendeu.

DANTAS
VIRGOLINO recebeu
um prêmio pela porfia,
essa mesma cortesia
de pronto me concedeu,
a COMENDA se ergueu,
o leitor está contente,
satisfeito certamente,
pelos frutos desse embate,
e espera que cada vate
volte à luta brevemente.

IVAN KLASS emite sua nota:

Eu parabenizo a meta
Que os dois poetas têm,
Se ZÉ DANTAS vale cem
Por sua margem correta.
VIRGOLINO, este poeta,
Não muda de endereço.
Aqui, com o meu apreço,
Eu forço a língua que fale,
Que, se cem, ZÉ DANTAS vale,
VIRGOLINO, o mesmo preço !
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 837 vezesFale com o autor