Usina de Letras
Usina de Letras
21 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->O Bebê Negro -- 08/11/2000 - 00:20 (Alzira Chagas Carpigiani) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
"O Bebê Negro" - de Márima Bonfim



Eu vi um bebê negro.

Eu nunca tinha visto

um bebê negro.

Nunca tinha visto

com os olhos de hoje.

Parei extasiada e

ele ali na minha

frente chupando

chupeta, um bebê.

Tão original, tão ele.

Pouco ou nada se

importando comigo

e eu gulosa

comendo sua pretura

como se ela me

alimentasse a alma.

- Você é lindo! -

escapou-me e ele

não ouviu ou

fez que não ouviu

o meu elogio.

Deixou-me ali

plantada no meio

da rua.

A sensação de carinho

ficou em mim

sem que eu tivesse

tempo de demonstrá-la.

Foram embora

ele e sua chupeta,

fiquei eu

transfigurada

por ter visto

um bebê negro

revolucionário.

Nunca mais

serei a mesma.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui