Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57550 )
Cartas ( 21185)
Contos (12637)
Cordel (10186)
Crônicas (22292)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44326)
Humor (18630)
Infantil (3915)
Infanto Juvenil (2861)
Letras de Música (5480)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138276)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4994)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Melancolia -- 08/09/2004 - 12:51 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sua voz chegou até mim

como uma canção muito antiga

que torna a despertar a melancolia

que tanto me faz desejar meu fim



Em meu anseio, causado pela sua chegada

fui capaz dos mais insanos feitos

para sentir o sabor do teu seio

dádiva que, como o céu ao pecador, me foi negada



Que venham balas, açoites ou o mausoléu

pois serão todos benção sem medida

frente à mão macia que me rejeita



Porque o eterno sono sob a terra

apagará de vez a lembrança

de não ter tocado face tão perfeita



07 de setembro de 2004



Para Silvana

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 278 vezesFale com o autor