Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->DIA DA MENTIRA -- 07/09/2006 - 10:28 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197869410335900


DIA DA MENTIRA
Silva Filho


Vou direto num assunto
Porque o estro conspira
Procurando a verdade
Que está na minha mira;
Em primeiro de abril
Pelo menos no Brasil
É o DIA DA MENTIRA.

Nem a Ciência define
Esta vilã mercenária
Que transmuda a verdade
Como riqueza em pária;
Faz do feio um bonito
Faz do dito um não dito
Paga ócio com diária.

Mente filho para Pai
Mente o Pai para filho
Mente homem pra mulher
E a mulher faz estribilho;
Mente amante pra amante
Mente rude e galante
Até mesmo no idílio.

Mente quem é estudante
Mente quem já é formado
Mente aquele que tem fama
Mente também o coitado;
Mente o padre lá na missa
Quando pega a noviça
E faz um filho bastardo.

Mente juiz no gramado
Mente quem é vendedor
Mente quem não é letrado
Muito mais o professor;
Mente também o artista
Com o Poeta na lista
Mente até o Cantador.

Mente quem já foi casado
Mente quem já foi solteiro
Mente o Pastor mui avaro
Mente mais o marqueteiro;
Mente quem já foi traído
Que sendo bem distraído
Foi o que traiu primeiro.

Mente mais o promitente
Que nunca paga promessa
E acena com milagres
Que o Santo não apressa;
Mente quem rouba a fé
Mente quem faz um banzé
Mente quem não se estressa.

Mente o povo que aceita
Uma tal INDEPENDÊNCIA
Sem pressupostos reais
Que nos tragam a decência;
Mente quem ganhou no grito
Mente quem deixou escrito
O fator incoerência.

Sendo assim, está provado
Que o DIA DA MENTIRA
De janeiro a dezembro
Não descansa, não expira;
Se tem dinheiro na pauta
Tem tocadores de flauta
Dizendo que tocam lira.

/aasf/



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 672 vezesFale com o autor