Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
192 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9226)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Convocação de Poetas -- 28/08/2006 - 16:44 (Maria Augusta Camargo Schimidt) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Não estamos na ditadura
Portanto, não há porque haver censura,
O povo se intitula
Sabichão e respeitador
Mas sequer conhecem por certo
Os direitos do criador
Que horror!

Ser poeta é escrever o belo
Tirar da alma a inspiração
Quem plagia não tem alma
Tem mascara no coração
E não é digno de ter
A caneta em sua mão

Certas pessoas prepotentes
Falam coisas indolentes
Dizem que tem o sangue quente
Sem se preocupar
Com o que atinge a gente
Isso tem que ter um fim
Pois não há poeta de verdade que agüente.

Poetas desse mundão
Vamos nos unir... dar as mãos
Vamos fazer a corrente
Do amor e da verdade
Banir da sociedade
Os plagiadores de plantão
Vamos mostrar ao mundo
Que o que manda é a razão
Vamos mostrar que somos
Unidos num só coração.

Campinas/27/06/06
11.00h
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui