Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O TEMPO DE CHORAR- MARCOS COSTA FILHO -- 27/06/2004 - 20:10 (Leinecy Pereira Dorneles) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Se me vires chorar...

Deixa-me chorar!

Deixa-me talvez ter

A vazão de um sentimento,

Que de alegria poderá ser!





Se me vires chorar...

Gotas cristalinas podem ser,

De uma alegria reviver!

Deixa-me chorar!





Se me vires chorar...

Pode ser alegria jorrando,

Da felicidade de estar amando!

Deixa-me chorar!





Se me vires chorar...

Pode ser uma lembrança de vida

Tempos por estas lágrimas contidas

Deixa-me chorar!





Se me vires chorar...

Sacudido entre soluços repetidos,

Libertando dissabores retidos,

Deixa-me chorar!

Se me vires chorar!

Antes de me interpelares,

Veja o jorro da secreção salina,

A escorrer como cascata na face.





Então, contenha os teus falares.

Por favor, não disfarce.

Basta me olhares,

Entenderás de maneira repentina

Que cada um tem a sua sina.

Escorre o tempo, grava-se o fato

De volta à lembrança no ato,

E retorna logo no pensamento

O vivido em tal momento,

Deixa-me chorar!





Se me vires chorar...

Deixa-me chorar!

Pois jamais outra pessoa sente,

Por mais que experimente,

Como alguém precisa chorar!

Mas castiga o ser sofrido,

O choro chorado escondido!

Deixa-me chorar!





Se me vires chorar...

Pode ser um chamado d alma,

Ao aconchego e a calma!...

Podem ser respingos de saudade,

Que agora, nesta idade,

Já não posso mais guardar!

Deixa-me chorar!





*- MARCOS COSTA FILHO-*

Do livro: "A FOLHA E A LÁGRIMA"- Poesias, Crônicas Contos- 1a Edição,2004, Rio Grande/RS.

*- Rio Grande-RS- Brasil-*
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui