Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
165 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Plagio, roubo... inspiração??? -- 23/06/2006 - 23:52 (Maria Augusta Camargo Schimidt) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Minha amiga Tere Penhabe
Não é paranóica não
E vou provar com meus versos
Que eu digo com razão

Esse mesmo mequetrefe
Sem verniz e sem vergonha
Apareceu lá no Reino
Fantasiado de nobre barão
Querendo ter a razão

Foi assim que alguns súditos
Do Reino Universal
Aqueles que são adeptos
Dos bons costumes e moral
Se rebelaram contra a figura
Desse nobre arruinado
Desse pobre coitado incapaz
Que a tudo copia, nada cria
E ainda acha que tem razão
Pobre barão...

Títulos e prêmios conquistados
Não podem dar a ninguém
O verniz tão desejado
Até porque muitas vezes
Vem de algo plagiado

Também quero falar aqui
Dessa tal de releitura
Que dependendo da figura
Pode virar falsificação
É preciso ficar alerta
E por na cadeia o ladrão
Pois roubar o que está assinado
Nunca foi inspiração.


Campinas/23/06/06
16.30h
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui