Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
207 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59106 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9434)

Erótico (13481)

Frases (46493)

Humor (19273)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138218)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->Flores do Campo -- 05/06/2003 - 11:37 (Domingos Oliveira Medeiros) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
Flores do Campo
(Domingos Oliveira Medeiros)
Seguindo o mote da Rose de Castro


Danadinhas, tuas ervas
Que adentram ao teu regaço
São molhadas pelas chuvas
Resistentes, sem cansaço
Florescem em liberdade
São matos de castidade
São jardins por onde passo

Crescem, primeiro, por fora
Sobem como a trepadeira
Procurando seu abrigo
Nas dobras da companheira
Ali fincam as raízes
Mudam de cor e matizes
Erva daninha e rasteira

Vivem nos campos da vida
São belas e verdejantes
Inspiram todos os sonhos
De todos os viajantes
Que passam pelas estradas
Em constantes caminhadas
São cavaleiros errantes

Que param por conta delas
Que olham e a desejam
Deitar-se naquela relva
Como amantes que se beijam
Namorados que se amam
Amores que se inflamam
Amigos que se cortejam

Domingos Oliveira Medeiros
05 de junho de 2003






Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui