Usina de Letras
                                                                         

....Aguardo um pouco estou carregando o texto
Usina de Letras
50 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59164 )

Cartas ( 21237)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22203)

Discursos (3164)

Ensaios - (9445)

Erótico (13482)

Frases (46569)

Humor (19287)

Infantil (4469)

Infanto Juvenil (3744)

Letras de Música (5480)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138288)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5540)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O PT e suas vestais grávidas -- 17/06/2002 - 16:00 (Félix Maier) Siga o Autor Outros Textos
. A esquerda, ciceroneada pelo PT, nos últimos anos tem-se apresentado sistematicamente à população como cândida virgem vestal. Para ela, só quem estava abrigado sob as siglas do PT, PC do B, PSTU, MST, CNBB e siglas satélites é que tinha moral e estava acima de qualquer suspeita. Qualquer denúncia que aparecia na imprensa contra políticos do Governo, em cima de fatos ou de boatos, lá vinha a esquerda para exigir a instalação de uma CPI, para uma “apuração rigorosa” e punição dos culpados.



Bem, isso era quando a esquerda não apitava nada. Logo que passou a governar alguns municípios, o PT começou a entrar em total contradição, pois quando havia alguma denúncia contra algum integrante do Partido, sempre procurou desconversar e, pior de tudo, chegou a expulsar “companheiros” quando estes tiveram o desplante de dedurar falcatruas internas. De pedra que sempre quebrava o telhado alheio, o PT passou a ter muitas clarabóias de vidro quebradas, por onde passou a entrar muita lama e podridão dentro de sua própria casa. Como exemplo, pode-se citar o caso de Paulo de Tarso, um dos fundadores do PT, que foi expulso do Partido por denunciar negociatas de prefeituras paulistas petistas com empresas diversas. As donzelas do comando petista começavam já a ostentar uma barriginha mais do que proeminente...



Porém, bem antes de o PT debutar no executivo de prefeituras e de Estados, e iniciar suas infindas maracutaias, o PC do B já fazia sua festinha particular, pois tinha o sacrossanto e exclusivo direito de cobrar anuidade pelas carteiras de estudantes, em média R$ 15,00. Durante muitos anos, foi uma farra e tanto, até o Governo FHC desmamar o guloso bezerro mamão. Por conta daquela boquinha, o Partido do finado João Amazonas era conhecido como o “Partido da Carteirinha do Brasil”...



Ano passado, durante semanas, os noticiários davam conta da enrascada em que se meteu “Diógenes do Dinamite”, o PC Farias de Olívio Dutra, que em conversa gravada pedia para que a Polícia do Rio Grande do Sul “maneirasse” suas ações contra o jogo do bicho. “Dinamite” é aquele mesmo sacripanta que em 1968 explodiu o “reco” Kozel Filho, no QG do antigo II Exército, em São Paulo. O mesmo PC Farias de Olívio foi quem participou do assalto ao trem-pagador Santos-Jundiaí, também em 1968, com a honrosa companhia do ex-Ministro da Justiça de FHC, Aloysio “Ronald Biggs” Nunes Ferreira. Hoje, “Dinamite” tem uma pequena empresa de turismo, uma espécie de “Messetê Tour”, cópia tapuia do “Zapata Tour” do México, para levar curiosos aos acampamentos do MST gaúcho, para conhecer como funciona o esquema revolucionário no campo, com “know-how” das FARC. Na mesma época em que “Dinamite” chorou lágrimas de crocodilo e se babou todo em um depoimento, para apuração de irregularidades na compra de uma sede do PT em Porto Alegre, a prefeita de São Paulo, Marta ex-Suplicy, também estava às voltas com um escândalo, atolada de lixo até o pescoço, pois não havia feito licitação para as empresas responsáveis pela limpeza da cidade. Como se via e se vê, se (o PT) fugir, o bicho pega; se parar, o lixo engole...



Quando, no dia 20 de janeiro do corrente ano, foi assassinado o prefeito petista de Santo André, Celso Daniel, as vestais petistas logo espalharam o boato de que era outro crime político, a exemplo do prefeito petista de Campinas, Toninho do PT, que também havia sido assassinado pela “direita radical”. O que as donzelas petistas não esclareceram foi o fato de um antigo segurança de Celso Daniel hoje ser um empresário rico, por suas ligações íntimas com o poder (petista) local, e que escapou ileso quando Celso Daniel foi seqüestrado – o que, no mínimo, cheira a mais uma maracutaia. O assassinos de Celso Daniel eram criminosos comuns, foram todos identificados pela polícia. Ironicamente o único “radical de direita” que a polícia prendeu, por andar distribuindo panfletos de uma dita FARB (Forças Armadas Revolucionárias Brasileiras), foi um antigo militante do PT, Vanildo Rossi Moretti, filiado ao partido das vestais grávidas de 1983 a 2001...



Voltando um pouco no tempo, no dia 11 de abril de 1986, houve um frustrado assalto do PCBR ao posto do Banco do Brasil, na Universidade da Bahia. Quem eram os cinco militantes presos? Dou um pirolito para quem disser que os bandidos eram todos filiados ao PT. Em 1989, um dos sacripantas presos, envolvidos no seqüestro de Abílio Diniz, vestia a camisa da mesma vestal grávida... Não custa lembrar que Lula-laite e o Senador Suplão foram fazer uma visita de cortesia aos “coitadinhos” presos, que haviam seqüestrado Diniz, e o então Secretário de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, José Gregori, não sossegou o facho até que os bandidos fossem soltos. Com as bênçãos de Dom Paulo Evaristo Arns...



A atual governadora do Rio, Benedita da Silva (“mulher, negra, favelada” – como se autodenomina nas campanhas políticas), quando era vereadora, nomeou todos seus filhos para altos cargos na Câmara, por meio de diplomas falsos. Descoberta a fraude, fingiu que eles pediram demissão, para todos voltarem pouco tempo depois. Não é por nada que o ex-Governador Antony Garotinho disse, com muita propriedade, que “o PT é o partido da boquinha”. Três anos vivendo em sistema de “coabitação” com o PT no Governo do Rio, Garotinho sabe muito bem o que está dizendo. Imagina o que Bené não deve estar aprontando agora no Palácio das Laranjeiras, sozinha, depois de assumir o Governo do Rio...



Dirá o paciente leitor que acompanhou até aqui a longa e difícil caminhada do “Partido da Boquinha”: mas Lula é um sujeito honesto, nunca esteve metido em maracutaias. Engano seu, distraído leitor. Lula-laite requereu benefícios de aposentadoria especial, alegando prejuízos durante o regime militar. Até hoje, não explicou que “prezuízos” seriam. Além disso, Lula-laite comprou uma cobertura em São Paulo por pouco mais de R$ 100 mil, uma ninharia, com cheque proveniente de um empresário que fizera obras para prefeituras do PT. Na mesma época, Lula-laite não conseguiu explicar o milagre que realizou, ao vender uma fubica de menos de R$ 10 mil para comprar uma picape de mais de R$ 40 mil, ao mesmo tempo em que tinha uma filha estudando na França, custeada por uma empreiteira.



Lula-laite também se relaciona bem com figuras internacionais. Além de constantes viagens de lambe-botas ao tirano de Cuba, Fidel Castro, Lula-laite tem ligações com muitas organizações internacionais, como o Diálogo Interamericano. O Centro Lindesmith é uma ONG pró-legalização das drogas, pertencente ao megaespeculador George Soros. Numa Sessão Especial sobre drogas, da Assembléia-Geral das Nações Unidas, Soros pediu o fim da guerra às drogas. O pedido, dirigido ao Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, foi publicado no The New York Times. Entre os mais de 500 signatários do documento, encontravam-se a tetravestal aspirante à Presidência, Luís Inácio da Silva, o antigo “Lula-lá” (hoje “Lula-laite”), e um dos ideólogos do MST, Dom Pedro Casaldáliga (Cfr. MSIA, 2ª quinzena de 1998, Vol. VI, n.º 1).



Anos atrás, George Soros era para o Partido da Boquinha o que havia de mais satânico nesse maldito “mundo capitalista”. Soros era um dos maiores culpados pela fome do mundo, pela exploração dos oprimidos do Terceiro Mundo. Foi só Soros dar apoio ao ex-governador petista Cristóvam Buarque em sua campanha internacional do Bolsa-Escola para que todos os pecados do milionário fossem perdoados. A ligação de Cristóvam Buarque com Soros não deveria causar nenhuma estranheza, já que ele mesmo defendeu a liberação da maconha quando era reitor da Universidade de Brasília. Para as vestais grávidas do PT não importa de onde vem o dinheiro. O que importa é que caia no cofrinho petista.



A penúltima maracutaia do PT veio de Brasília, a capital mundial da vagabundagem. (Penúltima, pois a última maracutaia pode estar ocorrendo neste exato instante.) Dois petistas, o ex-sindicalista e professor, Marcos Pato, e o diretor financeiro da Associação de Assistência aos Servidores da Fundação Educacional (Asefe), Jorge Eduardo Miranda, denunciaram que, durante a campanha política de 1998, foram desviados recursos da Asefe para políticos da esquerda, principalmente para o Partido da Boquinha. Entre os apaniguados que abriram alegremente a boquinha estavam o ex-governador Cristóvam Buarque e os deputados distritais Wasny de Roure e Lúcia Carvalho, todos do PT, o deputado federal Agnelo Queiroz (PC do B), além dos candidatos derrotados Trajano Jardim (PCB) e José Eudes (PT). Cristóvam teria recebido em torno de R$ 200 mil, os outros políticos citados, eleitos ou não, teriam abocanhado R$ 75 mil cada. A primeira reação das vestais acusadas foi pedir a expulsão dos dois “camaradas” alcagüetes, sem dar nenhuma satisfação à população local, que tem o direito de ouvir uma boa explicação para denúncias tão graves. Com suas barriguinhas proeminentes, as vestais grávidas não deram nenhuma explicação, mas expulsaram os dois “traidores” do Partido, no dia 13 de junho último. Bem feito para os linguarudos, pois que ética é essa de dedurar as falcatruas do Partido, se a ética do Partido da Boquinha e das vestais grávidas é apenas denunciar as maracutaias dos outros? A diretora do SINPRO, Isabel Portuguez, ligada à deputada Lúcia Carvalho, é acusada de fraudar a compra de vales-transportes e de comandar acordos para ficar com a multa do FGTS de funcionários demitidos. Foi aprovada uma CPI na Câmara Distrital para apurar as denúncias. Mais um pirolito para quem disser que tudo vai dar em nada, como sempre.



Em outubro, você irá votar para Presidente da República. Você, que porventura ainda acreditava nessa história de virgem vestal, terá coragem de votar numa rameira dessa categoria?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui