Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
29 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57784 )
Cartas ( 21194)
Contos (12696)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13429)
Frases (44610)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138434)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5051)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->AH SE EU SOUBESSE ...... ! -- 27/05/2005 - 08:57 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AH SE EU SOUBESSE ...... !
José de Sousa Dantas, em 27/05/2005

Se eu SOUBESSE a real
razão que tem me levado
a errar, eu procurava
ter o devido cuidado,
pra doravante acertar
bem mais e continuar
por um caminho seguro,
ideal e excelente,
aproveitando o presente
e construindo o futuro.

Muitas coisas que eu fiz,
se eu SOUBESSE que daria
um resultado adverso,
certamente não faria,
pois com cuidado e alinho,
procurava outro caminho,
conveniente e adequado,
pra que na época eu pudesse
acertar, se eu SOUBESSE
teria em tempo mudado.

Se meu destino é traçado
nas horas da decisão,
assim sendo é bem melhor,
com a devida atenção,
antes de agir, pensar,
para poder acertar
e conseguir obter
um resultado excelente,
construtivo e pertinente,
que ajuda a engrandecer.

Ah se eu SOUBESSE expressar
tudo que sinto, eu faria
um livro de POESIA,
distinto, espetacular,
que permitisse agrupar
os temas de preferência,
colocando em evidência
uma nobre produção,
da mais alta distinção,
qualidade e coerência.

Ah se eu SOUBESSE cantar
todos temas que eu escrevo,
colocava melodia,
que causasse grande enlevo;
e num ritmo harmonioso,
sonoro e delicioso,
mostrava a composição,
prazerosa, edificante,
agradável, confortante,
cheia de tanta emoção.

Se nos meus dezoito anos
SOUBESSE o que hoje sei,
talvez em parte eu tivesse
evitado o que errei;
na certa por outra via
adequada seguiria,
com maior experiência,
que ajuda a caminhar,
com mais chances de acertar
no curso da existência.

Ah se eu SOUBESSE a maneira
de lhe fazer mais feliz,
procurava lhe atender,
com gestos doces, gentis,
de carinho e amizade,
de solidariedade,
de ternura e alegria,
de amor, compreensão,
de conforto, gratidão,
de cuidado e simpatia.

Queria sempre saber
tudo o que fosse importante,
instrutivo, necessário,
oportuno, interessante,
assim me preveniria,
mais condições eu teria
de saber realizar,
com maior habilidade,
trabalhos de qualidade,
para a VIDA melhorar.

Tem certas coisas que às vezes
é bem melhor nem saber,
pois não é aconselhável
o que causa desprazer.
Somente o que favorece,
desenvolve e engrandece,
se aceita certamente;
assim fica comprovado,
que nem tudo é adotado
ao tornar-se impertinente.

Uma pergunta se faz
a todo ser, se queria
repassar a mesma vida
pela mesma rodovia,
ou se queria seguir
como está, sem repetir
toda a viagem passada ?
Eu acho que a maioria
de pronto resolveria
seguir na atual estrada !



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 1231 vezesFale com o autor