Usina de Letras
Usina de Letras
46 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59274 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9463)

Erótico (13486)

Frases (46710)

Humor (19312)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5563)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ENQUANTO QUIS FORTUNA QUE TIVESSE -LUIZ VAZ DE CAMÕES -- 04/01/2004 - 11:34 (Leinecy Pereira Dorneles) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Enquanto quis Fortuna que tivesse

Esperança de algum contentamento,

O gosto de um suave pensamento

Me fez que seus efeitos escrevesse





Porém, temendo Amor que aviso desse

Minha escritura a algum juízo isento

Escureceu-me o engenho co o tormento,

Para que seus enganos não dissesse.





Ó vós, que Amor obriga a ser sujeitos

A diversas vontades! Quando lerdes

Num breve livro casos tão diversos





( Verdades puras são, e não defeitos),

Entendei que segundo o amor tiverdes,

Tereis o entendimento de meus versos.



LUIZ VAZ DE CAMÕES - "SONETO PARA AMAR O AMOR"

Sérgio Faraco- Organização.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui