Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
183 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->QUANDO O DESEJO ABUNDA -- 05/04/2005 - 09:10 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197870162089300
QUANDO O DESEJO ABUNDA
Silva Filho


O trabalho tem seu preço
Tem o custo do desgaste
O lado bom e o contraste
Só em lembrar, desvaneço;
Sempre tem um recomeço
Quando a vontade inunda
De tudo isso redunda
Muitos grãos para o celeiro,
Se tem Mulher e Dinheiro
O que o homem quer abunda.

Quem trabalha no pesado
Ou mesmo num Escritório
Tem na vida um diretório
Pra não sofrer sem estrado;
Aprendendo com o passado
Superando as barafundas
O homem nunca se afunda
Em qualquer um atoleiro,
Se tem Mulher e Dinheiro
O que o homem quer abunda.

Comendo cru e apressado
Ninguém consegue vitória
Condenado a uma escória
Tem seu futuro abalado;
Até mesmo um aposentado
Daqueles que são corcundas
Também peão de segunda
Ou um modesto vaqueiro,
Se tem Mulher e Dinheiro
O que o homem quer abunda.

Quem levar na brincadeira
Confundindo os meus fonemas
Vai ter mais de cem dilemas
De segunda a sexta-feira;
Mas quem tem u’a boa esteira
De qualquer fonte oriunda
Tem segurança profunda
Com mordomo e escudeiro,
Se tem Mulher e Dinheiro
O que o homem quer abunda.

Quem tem a sã consciência
E não despreza o emprego
Terá certo algum sossego
De quem vai com paciência;
A vida tem u’a cadência
Sem que seja moribunda
Se mais firme, mais fecunda
Para o casado ou solteiro,
Se tem Mulher e Dinheiro
O que o homem quer abunda.

aasf
MOTE E GLOSA: Silva Filho


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 884 vezesFale com o autor