Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
179 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59061 )

Cartas ( 21235)

Contos (13084)

Cordel (10287)

Crônicas (22192)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46425)

Humor (19256)

Infantil (4428)

Infanto Juvenil (3686)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138178)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->COSTELA MANHOSA -- 08/03/2005 - 07:51 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438346968557500

COSTELA MANHOSA
autoria: Silva Filho


Sempre vem inspiração
Junto com rabo-de-saia
Sem preconceito nem laia
Sem pudor, sem contrição.
Sem temer passar a mão
No complemento da sela
Onde o verso desmantela
Em convulsão conhecida
EU SÓ QUERO NESTA VIDA
APERTAR MINHA COSTELA.

Quando penso em rimar
Logo vem a tentação
Com o “ão” segue tesão
Sem dar tempo desarmar.
Sendo bom, deixa rolar
Pois a vida é mui bela
Não contrato sentinela
Quando vou nesta corrida
EU SÓ QUERO NESTA VIDA
APERTAR MINHA COSTELA.

Meu poema vai em frente
Se o tema é MULHER
E o meu estro sempre quer
Ser aceso, ser fremente.
Meu amor é conivente
Quando olha da janela
Com olhar de quem apela
Pra servir minha comida
EU SÓ QUERO NESTA VIDA
APERTAR MINHA COSTELA.

Vou rimando, vou pensando
Como a coisa é gostosa
E o desabrochar da rosa
Deixa o homem meditando.
Quando a noite vem chegando
O meu corpo já despela
Com o cheiro da donzela
Cada vez mais atrevida
EU SÓ QUERO NESTA VIDA
APERTAR MINHA COSTELA.

Quando estamos nos lençóis
Com a roupa espalhada
Minha mão vai apressada
Conferir os seus faróis.
Nas cores dos girassóis
Sua flor é qual procela
Quando sigo na banguela
Na mais dura investida
EU SÓ QUERO NESTA VIDA
APERTAR MINHA COSTELA.

aasf
08/03/2005
MOTE E GLOSA: Silva Filho

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 764 vezesFale com o autor