Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
41 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59013 )

Cartas ( 21233)

Contos (13072)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9398)

Erótico (13482)

Frases (46351)

Humor (19239)

Infantil (4419)

Infanto Juvenil (3662)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138121)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1943)

Textos Religiosos/Sermões (5487)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->APOSTA FATAL -- 03/03/2005 - 07:18 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197871554197500

APOSTA FATAL
autoria: Silva Filho

Vou tratar de loteria
Pois confesso que queria
Arranjar um bom dinheiro;
Pode ser na Mega-Sena
Lotogol ou Dupla Sena
Vale o que chegar primeiro.

Talvez a Lotomania
Para quem faz simpatia
Possa resolver de vez;
Lotofácil ou Loteca
Quina, com sua merreca
Acertando todo mês.

Apostei no meu emprego
Mas não tive o sossego
Pra manter minha família;
O leão quer a metade
E uma tal seguridade
Lê pela mesma cartilha.

Quando pego meu salário
Sou tentado a perdulário
Gastando sem contenção;
Um quinto, com energia
Quatro - com enfermaria
Pra cuidar da depressão.

Vou deixando pendurado
O que não foi contemplado
No estreito orçamento;
Comida, roupa e remédio
Lazer - pra curar o tédio
Só se for em testamento.

Inda bem que tenho sorte
Pra zombar até da morte
Com tamanha regalia;
Quatro vezes por semana
Sonho com u’a boa grana
No guichê da loteria.

Vou pedindo emprestado
Se não tenho BANESTADO
Pra bancar o investimento;
Mas um dia vou mostrar
Como se pode gastar
Sem prestar depoimento.

aasf
03/03/2005

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 798 vezesFale com o autor