Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
155 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57788 )
Cartas ( 21194)
Contos (12699)
Cordel (10212)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13430)
Frases (44614)
Humor (18718)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138441)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5054)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->O REPENTE NOS ENCANTA -- 16/02/2005 - 16:58 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O REPENTE NOS ENCANTA
José de Sousa Dantas, em 14/02/2005

O REPENTISTA é quem tem
agilidade e talento,
para o desenvolvimento
de temas que advêm,
se inspira, vai além,
sob a providência santa,
usa o timbre da garganta,
constrói um verso profundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O CANTADOR de repente
faz o verso num instante,
talentoso, fascinante;
instrutivo, coerente,
poético, nobre e decente,
que nos eleva, acalanta,
satisfaz e abrilhanta
em qualquer lugar do mundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Ele tira do juízo
o que vê no universo,
pra fazer um grande verso,
cantando de IMPROVISO,
procurando ser preciso,
todo embaraço, suplanta,
pra que o trabalho garanta,
se empenha e vai a fundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O REPENTISTA elabora,
com arte e com altivez,
o verso com rapidez,
sem rodeio, sem demora,
quem vê, aprecia, adora,
adrenalina levanta,
a empolgação é tanta,
que fica eufórico, jucundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O REPENTISTA possui
na mente um dicionário
e extrai o necessário
para o verso que evolui,
ordena a frase e conclui
a estrofe sacrossanta,
se anima, mostra e decanta,
num desempenho fecundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Um VERSO metrificado,
genial, edificante,
está sonoro e cantante,
harmonioso e ordenado,
devidamente rimado,
quem lê, compreende e canta,
os males todos espanta,
nessa arte me aprofundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Admiro o CANTADOR,
que faz verso de REPENTE,
criativo, consistente,
importante, inspirador;
é a LUZ SUPERIOR,
que ilumina e lhe implanta
sabedora, que canta,
dignificando o mundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O CANTADOR com firmeza
decanta sobre a paixão,
o destino, a ilusão,
a alegria, a tristeza,
a paisagem, a natureza,
o arco-íris, a planta,
a estrada, a salamanta,
o campônio, o moribundo,.......
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

É um ser determinado,
o POETA CANTADOR,
que faz verso ao sabor
do momento e inspirado,
com rima e metrificado,
todo detalhe, transplanta,
expõe no palco, abrilhanta,
deixa o povo fremebundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O VATE, sobre qualquer
assunto solicitado,
está pronto e preparado,
para cumprir seu mister,
pois o REPENTE requer
equilíbrio, que garanta
no ato o verso, que planta
com seu discurso facundo
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O CANTADOR pensa e toca,
na mente o verso organiza,
se prepara e improvisa,
alguns efeitos coloca,
se um colega lhe provoca,
no ato lhe ataranta,
supera e lhe desencanta,
deixando meditabundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Tem poeta CANTADOR
que numa competição,
canta com disposição,
enfrentando opositor,
torna-se um vencedor,
nessa arte se agiganta,
toda fronteira quebranta,
deixa o rival iracundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Gosto de participar
DE FESTIVAL DE REPENTE,
pra ver o vate valente,
cantar e desafiar,
com verso espetacular
sobre vida, luz e planta,
fé, amor, saudade e santa,
que admiro e difundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Assista a um FESTIVAL,
para ver o desempenho,
no trabalho de engenho,
de CANTADOR genial,
que faz verso original,
cuja agilidade é tanta,
que todo evento abrilhanta,
com seu poema oriundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

O REPENTE nos ensina,
nos agrada e nos alegra,
nos educa e nos integra,
nos desperta e nos fascina,
desenvolve e ilumina,
nos atrai e acalanta,
contribui e adianta,
nessa fonte eu me inundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

No papel de cordelista,
eu procuro elaborar
um trabalho singular,
no melhor pondo de vista.
Nessa vida de ARTISTA,
desafio, se suplanta,
contempla, se inspira e canta
as maravilhas do mundo.
De repente, num segundo,
o REPENTE nos encanta.

Mote de DOMINGOS MEDEIROS.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 2881 vezesFale com o autor