Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
27 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57766 )
Cartas ( 21192)
Contos (12688)
Cordel (10207)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9127)
Erótico (13426)
Frases (44571)
Humor (18706)
Infantil (3973)
Infanto Juvenil (2911)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138411)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5041)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->A RAIVA E O SORRISO -- 13/12/2004 - 11:12 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A RAIVA E O SORRISO
Poema de Antônio Henriques Neto natural de Picuí - PB

A RAIVA perguntou ao RISO:
por que o mesmo rir tanto?
Disse o RISO – Vivo rindo,
porque RISO é acalanto.
Vivas rindo como vivo,
que saberás o motivo
deste meu SORRISO santo.

Rindo transmito bem-estar
à minha paz interior,
para que a mesma viva
em comunhão com o amor.
E assim, dou vida à vida,
para não ser destruída
pelas maldades do rancor.

O SORRISO espontâneo
é um idioma universal,
e muito bem entendido
pela cultura mundial.
É um nobre sentimento,
que traduz contentamento
a cada ser racional.

É um trejeito facial
de natural compreensão,
e vem do subconsciente
sem resquícios de ficção.
Desabrocha sem maldade,
porque nasce da trindade:
ALMA, MENTE E CORAÇÃO.

Lhe mostrei, senhora RAIVA,
como somos desiguais,
enquanto sou maleável,
você é cruel demais.
O seu rancor furibundo,
faz com que o nosso MUNDO
sofra guerras cruciais.

Sua presença mal vista
é sinônimo de pavor,
desassossego social,
inimizade, desamor.
É mensageira do pranto
e deixa em cada recanto
uma partícula de dor.

Nesta vida passageira,
feliz é quem planta o bem.
Se você não planta nada,
Não é útil para ninguém.
Com a sua maneira de ser,
jamais irá conhecer
valores que o RISO tem.

Eis, então, minha resposta,
sobre o RISO que mantenho.
Por ser a luz que ilumina
o caminho de onde venho.
Portanto, vivas sorrindo,
para ver o quanto é lindo
este SORRISO que tenho !......
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 1080 vezesFale com o autor