Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
48 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57090 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43731)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138298)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Heróis anônimos -- 10/11/2003 - 18:54 (Ricardo Barreto Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Giramundo vive sonhando com o mundo,

Com as estradas sem fim,

Com os povoados na beira do caminho.

Giramundo sente remorsos por não ter morrido

Em uma guerrilha qualquer

Em defesa dos seus ideais.

Mas que fazer, se nunca foi procurado,

Nem nunca encontrou nenhum grupo em luta?



Giramundo chora pelos heróis

Tombados na luta contra a opressão.

Heróis anônimos

Homenageados por um escritor

De grande sensibilidade,

Num livro simples e despretensioso,

Mas ao mesmo tempo, humano e comovente,

Rico em exaltação àqueles

Que morreram por um mundo melhor.

Àqueles que deram a própria vida,

Para que nossos filhos conheçam

Um mundo com mais justiça,

Já que nos foi negado este direito

E nós não tivemos força suficientes

Para conquistá-lo, ainda.



Giramundo agradece em nome

De todos aqueles heróis anônimos:

“Obrigado Renato Tapajós.

Obrigado por teres escrito: "EM CÂMARA LENTA".

Um dia não existirá mais este regime opressor, Com esta censura castradora.

Então todos poderão ler o teu livro,

E os personagens dele passarão à história

Como mártires deste período negro

Que estamos vivendo.”



Recife, 30 de julho de 1979.



Obs.: O título do livro é com CÂMARA mesmo e não CÂMERA.

Acredito que o autor quis fazer um jogo de palavras já que nesse livro as coisas acontecem com uma lentidão angustiante.

















Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui