Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
205 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57924 )
Cartas ( 21204)
Contos (12788)
Cordel (10233)
Crônicas (22049)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13446)
Frases (45001)
Humor (18864)
Infantil (4083)
Infanto Juvenil (3104)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138505)
Redação (2982)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2415)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5172)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->GÊNIOS DA CANTORIA: Geraldo Amâncio e Wanderley Pereira -- 19/11/2004 - 15:46 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
GÊNIOS DA CANTORIA
O mais recente livro de Geraldo Amâncio e Wanderley Pereira, com 400 páginas.

“O cantador GERALDO AMÂNCIO e o escritor WANDERLEY PEREIRA trazem ao leitor em GÊNIOS DA CANTORIA uma síntese de dois séculos da arte repentista, que nasceu em berço ibérico, mas tomou alento, cresceu e frutificou no balanço da rede mestiça, sertaneja e nordestina, do poeta brasileiro. ELEUDA DE CARVALHO.”

GERALDO AMÂNCIO é natural de Cedro – CE, poeta, repentista, escritor, apresentador do Programa “A SANFONA E A VIOLA”, na TV Diário de Fortaleza - CE.
WANDERLEY PEREIRA é natural de Senador Pompeu–CE, jornalista, poeta e escritor.

ESTROFES DE GERALDO AMÂNCIO

PATATIVA tinha o brilho
da luz de um meteorito;
um homem que virou gênio,
um gênio que virou mito;
um cantador de roçado
que foi por DEUS convocado
pra cantar no INFINITO.

Monteiro berço divino
de povo alegre e feliz,
de PINTO, de JANSEN FILHO,
de HELENO e de DINIZ;
o chão que deu quatro estrelas
não foi céu porque não quis.

Quem não cantar do meu tanto
não acompanha o meu passo,
não tem a força que eu tenho,
quando manejo o meu braço,
não planta a roça que eu planto
nem faz verso que eu faço.

Nome que o Brasil estima,
cantor do Serrote Agudo,
foi para o Céu, levou tudo;
o baião, a voz, a rima,
também levou lá pra cima
chapéu, sanfona e gibão,
viu que o Céu é um salão,
pediu licença e tocou,
A ASA BRANCA VOOU
COM LUIZ, REI DO BAIÃO.

Registrando o passado e o presente,
para tudo o cordel tem sempre espaço:
pra amor, pra política, pra cangaço,
romaria, promessa e penitente,
retirante, romeiro, presidente,
seca, fome, fartura, inundação..........
qualquer um que quiser informação,
nele encontra o melhor documentário,
O CORDEL COMPLETOU UM CENTENÁRIO
VIAJANDO NAS ASAS DO PAVÃO.

Entre os Dez Mandamentos dos sermões,
respeitar pai e mãe é o primeiro,
o defeito de um filho é ser grosseiro;
a virtude dos pais é serem bons.
Todo filho tem três obrigações:
escutar, respeitar e obedecer;
respeitar pai e mãe é um dever;
esquecer mãe e pai é grosseria,
SE NÃO FOSSEM MEUS PAIS, EU NÃO TERIA
O DIREITO SAGRADO DE VIVER.

PATATIVA tinha o brilho
da luz de um meteorito;
um homem que virou gênio,
um gênio que virou mito;
um cantador de roçado
que foi por DEUS convocado
pra cantar no INFINITO.

Monteiro berço divino
de povo alegre e feliz,
de PINTO, de JANSEN FILHO,
de HELENO e de DINIZ;
o chão que deu quatro estrelas
não foi céu porque não quis.

Quem não cantar do meu tanto
não acompanha o meu passo,
não tem a força que eu tenho,
quando manejo o meu braço,
não planta a roça que eu planto
nem faz verso que eu faço.

Nome que o Brasil estima,
cantor do Serrote Agudo,
foi para o Céu, levou tudo;
o baião, a voz, a rima,
também levou lá pra cima
chapéu, sanfona e gibão,
viu que o Céu é um salão,
pediu licença e tocou,
A ASA BRANCA VOOU
COM LUIZ, REI DO BAIÃO.

Registrando o passado e o presente,
para tudo o cordel tem sempre espaço:
pra amor, pra política, pra cangaço,
romaria, promessa e penitente,
retirante, romeiro, presidente,
seca, fome, fartura, inundação..........
qualquer um que quiser informação,
nele encontra o melhor documentário,
O CORDEL COMPLETOU UM CENTENÁRIO
VIAJANDO NAS ASAS DO PAVÃO.

Entre os Dez Mandamentos dos sermões,
respeitar pai e mãe é o primeiro,
o defeito de um filho é ser grosseiro;
a virtude dos pais é serem bons.
Todo filho tem três obrigações:
escutar, respeitar e obedecer;
respeitar pai e mãe é um dever;
esquecer mãe e pai é grosseria,
SE NÃO FOSSEM MEUS PAIS, EU NÃO TERIA
O DIREITO SAGRADO DE VIVER.

ESTROFES DE OUTROS POETAS E REPENTISTAS

PATATIVA DO ASSARÉ
Aos poetas do Nordeste
ofereço meus louvores,
aos que são meus seguidores
e já passaram no teste,
com a proteção celeste
e a inspiração soberana,
cantando da raça humana
prazeres, dores e mágoas,
porque beberam das ÁGUAS
da fonte patativana.

ZÉ VIOLA
O rei da declamação,
o poeta PATATIVA
é a imagem positiva
da história do sertão.
Dono de livros que são
campeões de livraria,
autor de sonho e magia,
mestre acima da bitola,
FOI PROFESSOR SEM ESCOLA,
DOUTOR SEM ACADEMIA.

RAIMUNDO CAETANO
Pra o cantador de viola
ser bom tem que ter talento,
um carisma acentuado,
um vasto conhecimento
e aprender criar imagens
no altar do pensamento.

PINTO DO MONTEIRO
Minha mente não se tora,
não se quebra, nem se enverga;
penetra no firmamento,
vai no espaço e se alberga,
numa distância tão grande
que lente nenhuma enxerga.

JANSEN FILHO homenageando PINTO
Derrotavas qualquer um
no desafio profundo,
eras de fato o maior
dos cantadores do mundo.
Rompias noites inteiras
entre chamas verdadeiras
de sublime inspiração.
Com segurança, firmeza,
davas lições de beleza
com a viola na mão.

GERALDO GONÇALVES
Para quem nasce poeta
versejar é um lazer,
sinto bastante prazer
obedecendo esta meta.
No repente sou atleta,
meu verso é uma beleza,
componho com singeleza,
rimo porque acho bom,
A POESIA É UM DOM
DADO PELA NATUREZA.

MOACIR LAURENTINO
Numa das noites mais belas
dos nossos interiores,
para um encontro de sonhos,
unem-se dois cantadores,
iguais a dois jardineiros
numa colheita de flores.

JOÃO PARAIBANO
Branca, preta, pobre e rica,
toda mãe pra DEUS é bela;
acho que a mãe merecia
dois corações dentro dela:
um pra sofrer pelos filhos;
outro pra bater por ela.

DIMAS BATISTA
Alguém já me perguntou:
o que são mesmo os POETAS?
Eu respondi: são crianças
dessas rebeldes, inquietas,
que juntam as dores do mundo
às suas dores secretas.

DIMAS BATISTA
Nossa vida é como um rio
no declive da descida,
as ÁGUAS são a saudade
duma esperança perdida,
e a vaidade é a espuma
que fica à margem da vida.

DIMAS BATISTA
Eu muito admiro o poeta da praça,
que passa dois anos fazendo um soneto,
depois de três meses acaba um quarteto,
com todo esse tempo inda fica sem graça.
Com tinta e papel o esboço ele traça,
contando nos dedos pra metrificar,
que noites de sono ele perde a estudar,
pra no fim mostrar tão minguado produto,
pois desses eu faço dois, três, num minuto,
cantando galope na beira do mar.

LOURIVAL BATISTA
Mulher até trinta anos
é fogo que queima e rende;
de trinta até os cinqüenta,
o fogo ainda se estende;
e dos sessenta pra frente,
ai-ai, ui-ui,
tem fogão, mas não acende.

JOSÉ GARCIA
Vi as flores espalmadas
nas verdejantes campinas,
pra receber as neblinas
dos braços das madrugadas,
depois de vê-las beijadas
também por brisa macia,
vi que o orvalho refletia
na serra o sol descambando,
EU VIA A NOITE CHORANDO
SE DESPEDINDO DO DIA.

CEGO ADERALDO
Quis casar-me, que loucura !
Quando pensei em casar,
deixei e fui meditar,
fui pensar na vida escura,
nesse cálice de amargura,
que recordo dia a dia,
mas ouvindo a melodia
fui sentindo a flor do goivo,
DE REPENTE FIQUEI NOIVO
ME CASEI COM A POESIA.

ZÉ MARIA
Canta o galo no poleiro
sempre anunciando o dia,
parece uma sinfonia
com o aboio do vaqueiro.
Canta depois do terreiro,
lá na lagoa o carão,
dizendo: foi-se o verão,
vem agora a invernada,
CANTA ALEGRE A PASSARADA
NA FLORESTA DO SERTÃO.

JOSÉ ALVES SOBRINHO
Jorram as ÁGUAS do rio,
e as ÁGUAS como uma cobra,
num andar lento e macio,
descendo e fazendo dobra,
derrama sobre o baixio
a quantidade que sobra.

WANDERLEY PEREIRA
Numa face sem pecados,
numa moldura que encanta,
como num rosto de santa,
VI DOIS BRILHANTES CRAVADOS,
belos, negros, ovalados,
como dois pontos se unindo
ou duas luas saindo,
quais duas tochas humanas,
detrás das negras pestanas
DE UM ROSTO MORENO E LINDO.


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui