Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
55 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57755 )
Cartas ( 21192)
Contos (12694)
Cordel (10206)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9126)
Erótico (13426)
Frases (44547)
Humor (18704)
Infantil (3971)
Infanto Juvenil (2910)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138405)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5038)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->AS COISAS TÊM MAIS VALOR QUANDO PRECISAMOS -- 14/10/2003 - 14:19 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AS COISAS TÊM MAIS VALOR QUANDO DELAS PRECISAMOS

José de Sousa Dantas, em 14/10/2003



Muitas vezes um objeto

está sem utilidade,

mais numa necessidade,

vai tornar-se predileto,

pra ser útil num projeto,

conforme lhe projetamos,

porque nele acreditamos,

na vantagem e no teor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Uma peça desprezada,

aparentemente fútil,

pode um dia ser tão útil,

preferida e destacada,

fica selecionada,

é por isso que lembramos,

na vida não desistamos,

de ser valorizador.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Somente quando precisa,

o homem vai procurar,

o que deseja alcançar,

neste caso valoriza,

tem em vista e prioriza,

supera todos reclamos,

analisa os grandes ramos,

escolhendo por setor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Havendo necessidade,

criamos alternativas,

porque somos criativas,

temos sensibilidade,

base e criatividade,

o melhor, nós aceitamos,

soluções, nós procuramos,

sob a luz do Criador.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Um livro, uma caderneta,

um lençol, uma toalha,

um cartão, uma medalha,

um tinteiro, uma caneta,

um pino, uma maçaneta,

objetos que jogamos,

os outros que desprezamos,

que ficam num bastidor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Até mesmo um cidadão

simples profissional,

o seu trabalho é vital,

na hora da precisão,

recebe autorização,

pelo que nós desejamos,

pra fazer o que mandamos,

por um plano diretor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Se hoje não são vitais,

mas amanhã poderão

ser preferidas e irão

ser mostradas num cartaz,

que nós iremos atrás,

porque nelas confiamos,

acolhemos e encaixamos

num plano superior.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Pequenas coisas também

poderão ser escolhidas,

quando lhe são conferidas

valores que nos convêm,

são importantes, mantêm

o que nós consideramos,

escolhemos e adotamos,

sem descrença e sem temor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Quando o sapato apertar,

cada um busca defesa,

trabalhando com firmeza,

até solucionar,

depois pode comentar,

todos nós observamos,

prevenimos e cuidamos,

evitando um dissabor.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Os exemplos são diversos,

do simples ao luxuoso,

do menor ao grandioso,

abrangendo os universos,

e até mesmo esses versos,

depois que analisamos,

se um dia os deparamos

nas mãos dum comentador.

As coisas têm mais valor

quando delas precisamos.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 518 vezesFale com o autor