Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
172 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58843 )
Cartas ( 21227)
Contos (13047)
Cordel (10266)
Crônicas (22175)
Discursos (3163)
Ensaios - (9367)
Erótico (13474)
Frases (46086)
Humor (19166)
Infantil (4364)
Infanto Juvenil (3567)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1332)
Poesias (137989)
Redação (3039)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5436)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->DIRETOR DO HC VÊ EUGENIA EM FALA DE BOLSONARO SOBRE PANDEMIA -- 16/05/2020 - 17:01 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

DIRETOR DO HC VÊ EUGENIA EM FALA DE BOLSONARO SOBRE PANDEMIA
 

Arnaldo Lichtenstein, diretor técnico de clínicas do Hospital das Clínicas, comentou falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a pandemia do novo coronavírus. Na avaliação do médico, não se trata apenas de negar a ciência, e sim de uma lógica eugenista. O comentário foi feito em entrevista à TV Cultura. 
O comentário do médico foi em resposta a uma fala de espectador lida pela âncora Karyn Bravo. Ele lembrou que Bolsonaro disse que o Brasil vive neurose com o coronavírus e que 70% das pessoas irão pegar a covid-19.
"Isso que ele falou levanta um ponto importante. Não é um negacionismo da ciência, é uma linha de raciocínio muito diferente e cruel. Sabe-se que a epidemia vai passar quando 50% a 70% das pessoas estiverem imunizadas, ou com vacina, ou pegar a doença. Quando se pega isso o vírus arrefece. São 140, 120 milhões de pessoas", disse Lichtenstein ao responder.
"Com isso, o que vai acontecer, quando as pessoas não defendem o isolamento? Não se fecha comércio, a economia não para, o governo não precisa colocar dinheiro na economia, as pessoas que vão morrer muitas são os idosos, aí tem a fala de 'aí ia morrer mesmo' ou as pessoas que já têm doença. E vão ficar os jovens e atletas. Então se a gente pegar pedaços da fala tem uma lógica intensa. Isso chama eugenia, lembre-se de que sistema político mundial usava isso", acrescentou o médico.
"Então, quando você fala que 'morram os vulneráveis para a gente ter uma geração saudável', pode ser que esteja permeando essa história de 'vamos acabar logo com essa tortura, não vamos ter o derretimento da economia'. É uma coisa muito mais perversa do que simplesmente não acreditar na ciência, é um outro tipo de teoria que pode ser muito pior do que isso", finalizou Lichtenstein.
Eugenia é uma teoria criada por Francis Galton que defende o aprimoramento da espécie humana por meio de uma seleção tendo como base as leis genéticas.
A ideia foi utilizada pelo regime nazista para justificar o extermínio de pessoas consideradas "impuras" e criar uma raça denominada de ariana.

P.S. O texto acima é uma reprodução de um artigo publicado pelo UOL, na data de 12-05-2020, às 14h36min.
O teor integral dessa entrevista poderá ser confirmado acessando a URL mencionada a seguir: https://youtu.be/TDztePweQqc

 

Fonte: UOL em São Paulo no dia 12/05/2020 às 14h36

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 17Exibido 340 vezesFale com o autor