Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
69 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59106 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9434)

Erótico (13481)

Frases (46493)

Humor (19273)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138218)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->Uma Boa Clicada, com humor -- 03/04/2003 - 21:48 (Domingos Oliveira Medeiros) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Grampos, Cliques e Clicadas
(por Domingos Oliveira Medeiros)


Neste mundo virtual
Onde tudo é aparente
Autoridade que se preza
Do grampo fica temente
Com medo do inimigo
Fotografar seu abrigo
Mostrar o podre pra gente

Tem grampo pra todo gosto
Coronel e presidente
Seja na sala ou banheiro
Ele está sempre presente
Mostra tudo por inteiro
O que é falso ou verdadeiro
O que escondem da gente

Depois guardam o dossiê
Cada foto uma piada
Gente escondendo dinheiro
Alguém trepando na escada
Faz careta no banheiro
Entupido o ano inteiro
Só de comer marmelada

E quando chega a eleição
O assunto aparece
Toma conta dos jornais
O disse-me-disse acontece
E o tempo vai passando
Todos vão negociando
Com o tempo arrefece

As promessas de palanque
A mentira permanece
São eleitos novamente
Tudo de novo acontece
O dossiê é mostrado
De novo ele é grampeado
E o eleitorado esquece


E tem a questão do clique
Que também é muito usado
Na execução d’um programa
Quando ele é utilizado
Basta clicar com o dedo
Não precisa nem ter medo
Do que deve ser clicado

Todo clique é perfeito
Quando mexe co’a emoção
Previamente executado
Obedece ao coração
Deixa tudo registrado
Faz o jogo bem jogado
Marca sua posição

Vai segurando o ratinho
Aperta e solta o botão
Cada um de cada vez
Indicando a seleção
Do que se pretende dizer
Ou mesmo do que fazer
Quando chega a ocasião

Basta marcar um encontro
Ali perto da estação
Dizer a cor do vestido
Se houver boa intenção
Ou fugir daquele clique
Se notar que existe um tique
Agitando o coração

Ou pode usar a máquina
Pra clicar aquele evento
Guardar como lembrança
O inusitado momento
Um tico de realidade
Vivido pela cidade
Alcançar o seu intento

Clique, verbo transitivo
Assim foi classificado
Dependendo do barulho
Pode ser interpretado
Se clicar a namorada
Na posição desejada
Tudo ficou revelado

Se colocar seu dedinho
Apertando no botão
E só olhar pro buraco
Para ver a repercussão
Se tiver sido do agrado
O papo foi bem ligado
Acertou na intenção

Esse verbo virou moda
Todo mundo tá clicado
Dependendo do barulho
O programa é ativado
Tem que ter disposição
Segurar a coisa na mão
Esperar o resultado

Tem clicador para tudo
Durante tempo integral
Tem quem aperta com medo
Tem clicador animal
Faz um clique diferente
Joga bomba e mata gente
Usa seu clique pro mal

São homens ignorantes
Que só pensam no poder
Vivem fazendo guerras
Homens que gostam do ter
Nunca curtem seus amores
Produzem miséria e horrores
Não se prestam ao verbo ser

Pra quem é da brincadeira
Achando que bem consegue
Basta seguir nessa rima
Ponha seuj dedo e trafegue
No buraco com cuidado
E depois diga a verdade
Se não deu conta, não negue


Domingos Oliveira Medeiros
03 de abril de 2003






















Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui