Usina de Letras
Usina de Letras
21 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61963 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3236)

Ensaios - (10264)

Erótico (13560)

Frases (50380)

Humor (20000)

Infantil (5391)

Infanto Juvenil (4726)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140717)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6142)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->MILENE & AS PUTAS DE PARIS -- 02/09/2004 - 17:29 (Andrea di Luca) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Quem é você que não sabe o que diz,
Que vive a escrever essas mazelas,
A louvar as putas de uma Paris
Que só conhece de fotonovelas ?
Se aí foi enfiar o seu nariz
(que deve ser que nem uma salsicha)
É porque conhece bem este assunto,
Da vida de michê e meretriz,
De "trottoir", de gigolô e bicha,
E da sordidez que sempre vem junto.

Não existe nada de mais deprimente
Que ver se rebaixar a brasileira,
Ajoelhada e subserviente,
Vir aqui babar a puta estrangeira !
Fruto de espírito muito carente,
De ex-escrava e eterna colonizada,
Essa sua ode às putas da França
Não apenas é um texto indecente,
Como é a certidão assinada
Daquilo que vive em sua lembrança.

Um tipo assim de perua nojenta,
Recalcada por ter nascido aqui,
Encalhada na praia dos cinqüenta,
É o tipo da mulher-abacaxi
Que aqui na Usina ninguém mais agüenta !!
Pega todos os seus textos maçantes,
Aproveita que é finzinho de inverno,
Faz uma fogueira prá ver se esquenta
Essas suas carnes bruxuleantes
E vai, MILENE, vai ARDER no inferno !!!!!

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui