Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57086 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43722)
Humor (18474)
Infantil (3784)
Infanto Juvenil (2709)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138292)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A ousadia do ser -- 27/11/2019 - 08:53 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

A  ousadia do ser  me encantou, a tal ponto, que me inspirou a colocar uma foto de uma mulher  semi nua. Na minha viagem a poesia é divina e mulher. O poeta tem um sentir diabo para o entender convencional do religioso. Pinta o surrealismo soletrado na paciência de uma rendeira ao mar, mar do farol nas tardes noites de outrora na brisa ao som das palhas dos Coqueiros na luz dourando as águas. Os instantes rápidos fizrram a porta abrir na lua cheia. E vi a claridade no céu com Deus sofrendo suas dores santas na agonia do Ser. O tempo voou com louros cinza. Cinema lunático faz a  cortina descer e venda os olhos nas quatro paredes. O silêncio acelera a dor de outrora. Paro na contramão numa direita de manobras nefastas acendendo um nazismo, matando a liberdade da poesia na sobrevivência humana e piso descalço nos tocos de cigarros na areia da praia. O solado ardido no passo a passo sem destino numa bússola desnorteada.

Marcos Palmeira

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui