Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Olho da água -- 05/10/2019 - 12:28 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Olho d"água

Pingo a pingo nas gotas, lá vem a água do micro ao macro espaço. Desenhando a cada passo líquido, desce na aurora ou na fria madrugada... gradativamente num chão se moldando ao calor no quintal de cercas humanas. Ventos naturalmente colocam a velocidade que engenhosamente faz sua arte no útero terra numa explosão do nada que vem um tudo que nada é. Fluido filho da Alvorada, num mar que fabricara a sensibilidade dos ouvidos Beethoven. A beleza do tom ao dom da simultaneidade assentida, abre sem entender, fendas no conjunto tempo a cada temporal nas volúpias por volúpias. Solidifica o instante e divide suas partes a cada ser torrão. Mangabeira, manguaba, mangueira, mato verde, mangue, marajeia, mareia, mariposeia e ela! Deusa e não Deusa. Manguaba Lagoa, mãe dos quintais do meu Pilar Apilador, terra do Humanista Artur Ramos e dos Bagres, dera Bode.

Escrevo num sentir cão na dor torrão, lambo o chão para falar com Deus, pois  do chão vim e ao chão retornarei ao útero da luz ao opaco e acenderei no calor Sol e nas costas sola só, irei numa estação da exploração homem. 

Indo a cada gota d"água, sabes lá...

Marcos Palmeira
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui