Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
288 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57911 )
Cartas ( 21200)
Contos (12732)
Cordel (10222)
Crônicas (22340)
Discursos (3145)
Ensaios - (9154)
Erótico (13440)
Frases (44823)
Humor (18795)
Infantil (4030)
Infanto Juvenil (2998)
Letras de Música (5486)
Peça de Teatro (1324)
Poesias (138557)
Redação (2965)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5103)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Fim do regime semiaberto: não é hora de falar no assunto? -- 13/07/2019 - 20:47 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Imaginem a seguinte situação: guarda escalado na guarita do alambrado, dia quente, tempo não passa, sem muito o que fazer a não ser assistir o vagabundo jogar bola, andar de um lado pro outro, quando não vem encher a paciência pra jogar conversa fora ou simplesmente tirar dúvida sobre assuntos que nenhum malandro que honrasse a matrícula iria abordar. Entre uma visita do chefe aqui, um bate papo com o parceiro ali, uma ronda pra ver se tudo corre tranquilamente, eis que, no sentido oposto ao que o funcionário está, o preso pula o alambrado rapidamente, escala o segundo alambrado com uma velocidade duas vezes maior que o normal e, ao chegar à rua, um carro já está esperando pelo dito cujo, com outros indivíduos, armados até os dentes ou não, para, logo em seguida, pegar a estrada e consumar a fuga. Ou pior, o preso pula o primeiro alambrado, pega algo que pode ser tijolo de maconha, arma, caixa com celulares, o que quer que seja, joga pela cerca, pula de volta e corre pro alojamento. Ou pior ainda... horário do sol, população solta, não se vê ninguém indo embora pelo alambrado, mas, em algum ponto cego, o ladrão, sabendo o horário da contagem e de demais ocorrências, ou simplesmente tendo como ser avisado caso a coisa saia do controle, sai durante o dia na surdina, vai até a boca pra administrar seu negócio ou mesmo apenas pegar droga para trazer pra cadeia e obter seu lucro. Se você é piolho, já sabe de onde eu estou falando e onde isso pode acontecer: ala de progressão do regime semiaberto.

Total impossibilidade de se manter o preso encarcerado, salvo pela vontade do mesmo; ciência do preso de que, em caso de fechamento de cadeia, seis meses depois vai estar de volta ao regime e que, se cair fazendo uma fita para os irmãos, vai ficar bem visto entre os companheiros de cárcere; inutilidade de revistas de visitantes e funcionários, haja visto que só o que existe em volta das instalações é alambrado, o que torna a vida do malandro muito mais fácil; e, como não poderia deixar de ser, um gasto considerável do Estado para se manter essas instalações que são verdadeiros favelões e que não melhoram em nada nem a vida do preso, nem a vida de quem trabalha nas unidades em que existe este regime.

Acredito que não falei merda, que realmente é o que ouvimos e sabemos ser verdade pelo fato de já termos ou trabalhado no semiaberto ou conhecido pessoas que ali trabalham, então, fica a pergunta... não seria hora desse regime ser extinto, haja visto que é um desperdício de dinheiro público, uma responsabilidade a mais para o Estado (leia-se, funcionários) e que não vai manter ninguém necessariamente preso, salvo pela própria consciência? E que consciência tem o criminoso, esse indivíduo que destrói e tira vidas por dinheiro, só se mantendo onde está porque tem seu próprio interesse em estar ali, não porque está interessado em voltar ao convívio da sociedade e se tornar um membro respeitável dela? Não seria mais interessante, caso o criminoso esteja em lapso temporal de obter benefício, fosse colocado simplesmente em regime aberto, com tornozeleira eletrônica, e fosse monitorado conforme previsto em lei, aliviando não apenas o corpo funcional como, consequentemente, levando os que atuam no regime semiaberto para o fechado, onde seriam mais úteis?

Espero gerar uma discussão sadia por parte dos companheiros, haja visto que acredito ser o assunto de interesse de todos. Mantenhamos o foco...


 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui