Usina de Letras
Usina de Letras
15 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->ESQUECE! -- 30/09/2000 - 12:02 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
ESQUECE!





Esquece!

Por aqui nada me aquece

Gritei alto

Alcancei os tímpanos de Deus

Em prece

Para diminuir a distância

Entre nós

Que só engrandece

Muda, emudece

Disse: Louca,

Desce do palco, DESCE!



Desci.

Sem platéia

Boa vontade nos olhos

Cílios de quermesse

Loba sem alcatéia

Sozinha

Abelha- rainha

Em coma, azedando,

Sem colmeia.



Esquece, vai.

Vaia, uiva assim mesmo

Que aqui tudo estremece

Você não desce

Nem pousa

Nem asa

Nem sopra

Na minha pressa.



Esquece!

Minha promessa

Minha tese muda

Que fico tímida

E cínica

Quase surda

Por não ser pétala

Agulha-aguda

Acreditada,

Carta branca, absurda.





Esquece, vai...

Meu número de telefone

Me signo, meu beijo

Meu nome...

E envelope-se selado

Ao endereço já decorado

Anda, desce!

Desce pelo correio, “encorreiado”

Já destinado

Direto, certo, logo

Bem aqui a baixo

Para o meu colo,

Minha saudade, meu lado.



Todo o resto,

ESQUECE!!!









Anita

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui