Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
145 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58689 )
Cartas ( 21227)
Contos (13015)
Cordel (10258)
Crônicas (22153)
Discursos (3159)
Ensaios - (9336)
Erótico (13466)
Frases (45895)
Humor (19093)
Infantil (4325)
Infanto Juvenil (3498)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137807)
Redação (3032)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2423)
Textos Jurídicos (1942)
Textos Religiosos/Sermões (5392)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->Addio fiorito asil... -- 03/01/2021 - 23:02 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

Giacomo Puccini, Madama Butterfly

 


Addio, Fiorito Asil

Addio, fiorito asil
di letizia e d'amor!
Sempre il mite tuo sembiante
con strazio atroce vedrò
Addio, fiorito asil,
non reggo al tuo squallor.
Ah, non reggo al tuo squallor.
Fuggo, fuggo, ah, son vil!
Addio, non reggo al tuo squallor,
Ah! son vil,
ah! son vil!
Addio, Fiorito Asil

Adeus, florido asilo
de alegria e amor!
Sempre aquecer seu rosto
Eu vejo com terrível agonia
Adeus, asilo florido,
Não posso suportar a sua miséria.
Oh, eu não posso suportar a sua miséria.
Fugir, fugir, ah, eu sou vil!
Adeus, eu não posso suportar a sua miséria,
Ah! Sou vil,
ah! Eu sou vil!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 7 vezesFale com o autor