Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
128 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57774 )
Cartas ( 21192)
Contos (12698)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9127)
Erótico (13427)
Frases (44588)
Humor (18711)
Infantil (3976)
Infanto Juvenil (2916)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138422)
Redação (2956)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5044)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->POETAS ENCANTADORES (livro de Zé de Cazuza) -- 30/07/2004 - 17:51 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
POETAS ENCANTADORES (livro de Zé de Cazuza)

Alguns VERSOS DE ZÉ DE CAZUZA (José Nunes Filho)
Poeta, repentista, declamador,
autor do livro POETAS ENCANTADORES

A mulher apareceu,
Apaixonei-me por ela,
Fui limpar ao nome dela,
Terminei sujando o meu.

Do teu riso e tuas frases,
Quisera sempre estar perto,
Teu amor foi um oásis,
Que surgiu no meu deserto.

Sobre dia de Finados

Hoje muita gente veio
Os seus mortos visitar,
Vindo apenas a passeio,
Depois volta pra morar.

Sobre o retirante, este improviso:

O pobre do retirante
Viaja sem rumo certo,
Quando já vai fatigado
Acha um juazeiro perto,
Parecendo um guarda-chuva
Que DEUS armou no deserto.

Sobre o oceano:

Na água do oceano,
Passeia alegre a garoupa,
A ventania agitada
Traz a onda dando poupa,
O sargaço vai saindo
O mar vai limpando a roupa.

Sobre a POESIA:

Quando ouço a POESIA
Fico que não me governo,
O poeta sem cantar
Padece um desgosto eterno,
É mesmo que o sabiá
Passar calado o inverno.

Vejamos essa sextilha,

Eu vou convidar BUCÊ,
Uma distinta pessoa,
perdoe do pobre poeta,
Meu repente, minha loa,
Mas seu nome tiro um fino
Numa coisa muita boa.

A pedido de um ouvinte, glosei este mote:
Anos depois batizou-se pelo precursor João:

JESUS foi circuncidado,
Por uma lei soberana,
Onde a profetiza ANA
Falara do seu reinado,
Com o peito alevantado,
Falou também Simeão,
Após a circuncisão,
Inda mais celebrizou-se.
Anos depois batizou-se
pelo precursor João.

Mote:
Diante da providência a ciência é mentirosa. Improvisei:

Vê-se as flores naturais,
perfumando o ambiente,
parecendo indiferente,
doutras artificiais,
umas cheirando demais,
e outras sem ser cheirosas,
quando o homem faz as rosas
fica faltando a essência,
Diante da providência
a ciência é mentirosa.

SONETO: Partida de minha mãe

Quem da terra partiu levando um riso,
Estampado nos lábios por lembrança,
Com certeza levava a esperança
De alcançar o perdão no paraíso.

Diz o filho sentindo o prejuízo,
A chorar pela mãe que fez mudança,
Aspirando de DEUS a confiança,
De abraçá-la no dia de juízo.

Sobre o seu leito quando morta estava,
Sua bela feição me retratava,
A feição duma santa de capela.

Senti nos olhos arrojado pranto,
A minha mãe que me estimava tanto
Só teve um filho pra chorar por ela.

Os dois retratos:

Sabe o que ficou pra mim
De mãe que nunca me esqueço
Um retrato do começo
E o retrato do fim.
Ambos agradam a mim,
Embora os veja sem gosto,
Um mostra rugas no rosto,
O outro tão diferente,
Um parece o sol nascente,
Outro parece o sol posto.

O meu livro poetas encantadores
contém um elenco fora de série
dos maiores cantadores do passado,
e dos atuais, onde citarei alguns versos dele,
Mote dado a Manoel Xudu:

Quanto é grande o poder do Criador. Que fabuloso improviso:
Analise o caju e a castanha,
São os dois pendurados num só cacho,
Bem unidos, um em cima, outro embaixo,
Porém tendo um do outro a forma estranha,
Dela, extrai o azeite, o sumo, a banha,
Dele, o suco pro vinho e o licor,
Quando ambos maduros mudam a cor
Ele fica amarelo e ela escura,
Mas o gosto dos dois não se mistura,
Quanto é grande o poder do CRIADOR.

Um cantador desafiando PINTO do Monteiro, disse:

Eu admiro o Senhor
Vir dizer a mim que é macho,
Que outro dia um sujeito
Passou-lhe a faca por baixo,
O sangue correu na perna,
Um gato comeu o cacho.

PINTO pegando na deixa, responde:

Disso prevenido me acho
Por um tipo mal e bruto,
Quando vagou a notícia,
Que eu perdia esse produto,
Tua mãe chorou com pena,
Inda hoje anda de luto.

Firmo Batista cantando com PINTO, termina uma sextilha dizendo:

Não sei porque é que PINTO
Só canta aqui nessa esquina.,
Resposta de Pinto:

Aqui é minha oficina,
Onde eu conserto e remendo,
Quando o ferro é grande, eu corto,
Quando é pequeno, eu emendo,
Quando falta ferro, eu compro,
Quando sobra ferro, eu vendo.


PINTO cantando um desafio com Lourival Batista, este termina:

Na cabeça desse PINTO
Eu ainda bato um prego.

PINTO:

Eu ainda te vejo cego,
Sem ter no bolso um vintém,
Pedindo esmola num beco,
Onde não passa ninguém,
Se passar seja outro cego,
Pedindo esmola também.

Confirmo que o nosso livro “POETAS ENCANTADORES”, lançado há três anos, na sua segunda edição, contém o melhor elenco de poetas do passado e do presente, registrando-se os maiores. Constitui, portanto, uma antologia com mais de 400 páginas, com a presença de aproximadamente 100 poetas, e pela amostragem acima, constata-se o seu valor. Quem desejar adquiri-lo, telefone para o Posto Vitória, na cidade de Prata – PB, das 6 às 7 da manhã, falar com meu filho, Romero Nunes, no orelhão vizinho ao posto (..83)390-1128, ou na casa dele, 390-1172, deixo assinado, José Nunes filho, Zé de Cazuza. Outro ponto de referência,
falar com meus filhos, Miguel Marcondes Moura Nunes ou Luiz Homero Moura Nunes, poetas compositores, donos da Banda "Vates e Violas", nomes já consagrados, em Recife - PE, telefone: (xx81)3474-9552.

Eu, José DANTAS, li, gostei, confirmo e recomendo o referido livro do poeta, ZÉ DE CAZUZA, que sabe de cor e salteado os versos dessa sua primorosa obra poética, além de outros versos de vários poetas, guardados na sua privilegiada memória, inclusive sonetos mais célebres, como os de Augusto dos Anjos, Pe. Antônio Tomás, Giusepe Guiaroni, Humberto de Campos e outros.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 6102 vezesFale com o autor