Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
126 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57784 )
Cartas ( 21194)
Contos (12696)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13429)
Frases (44611)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138434)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5051)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->TANTOS VERSOS VOANDO PELO AR -- 27/07/2004 - 18:16 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
TANTOS VERSOS VOANDO PELO AR,
sem ninguém pra fazer a gravação
José de Sousa Dantas, em 27/07/2004

Tanto verso cantado de repente,
retratando um assunto interessante,
sem ninguém pra gravá-lo no instante,
pois se perde no ar completamente,
até hoje não há infelizmente
um setor que registre a descrição,
porque falta interesse e decisão,
que eleve a cultura popular.
Tantos versos voando pelo ar,
sem ninguém pra fazer a gravação.

Se o mundo gravasse cantoria
tinha um vale completo de repente,
reunindo um acervo coerente,
que o homem planeja, canta e cria,
verso, glosa, soneto, POESIA,
conto, frase, cordel, prosa e canção,
tudo serve de luz e de lição,
para o povo poder apreciar.
Tantos versos voando pelo ar,
sem ninguém pra fazer a gravação.

Só quem sabe o valor desse instrumento
é quem quer encontrar material
no teor da versão original,
construído no curso de um evento,
se insiste e não acha no momento,
desanima com a situação,
reconhece não ter repetição
do que houve, para recuperar.
Tantos versos voando pelo ar,
sem ninguém pra fazer a gravação.

Quantas vezes eu resolvi gravar
alguns versos do canto de improviso,
pra mostrar que o trabalho era preciso
e ser feito aqui, em qualquer lugar,
quem quiser consultar, pode encontrar
um elenco dessa reprodução,
neste site e na minha coleção,
venha ler, sugerir e comentar.
Tantos versos voando pelo ar,
sem ninguém pra fazer a gravação.

Tantos versos voando pelo ar,
sem ninguém pra fazer a gravação,
em CD, LIVRO e TELEVISÃO,
dessa nossa cultura popular,
que é rica, distinta, singular,
genuína, instrutiva e resistente,
uma fonte abundante, pertinente,
de encanto, de luz e POESIA.
Se o mundo gravasse cantoria
tinha um vale completo de repente.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 888 vezesFale com o autor