Usina de Letras
Usina de Letras
53 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59274 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9463)

Erótico (13486)

Frases (46710)

Humor (19312)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5563)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->AMOR RAZÃO DE VIVER ! -- 02/08/2003 - 18:51 (Leinecy Pereira Dorneles) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Oh ! Morte que corrói os ossos,

Que causa medo.

Medo ?!

Que deixa-me insegura.

Insegura? Por morrer de amor.





As palavras foram ditas,

E não ouvidas. As ouvidas?

As que não foram ditas!

E quando eu disse não !

Era sim, que deveria ouvir.





Quando bradei aos ventos,

Que era feliz ...

Morria aos poucos de tédio,

Rotina e medo.

Quando sentia estar vivendo,

A felicidade perene.

Morria aos poucos...

Por amor perdido.





Fui poeta, criança, incoerente, indolente.

Busquei formas, fórmulas e resolvi equações.

Mas com máguas no coração,

Busquei soluções.

Sou inconstante e sem direção.

Agora, sinto sem nenhuma noção.

Mas no fundo de tudo isto,

Sinto medo e confusão,

Medo de morrer de amores,

Com tanto amor no coração !



LEINECY PEREIRA DORNELES

CASSINO - RIO GRANDE/RS
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui