Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
82 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57493 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Confissões -- 04/09/2017 - 07:07 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Confissões





Sempre sozinho e no silêncio continuo, percebi que havia muito mais a pensar do que propriamente fazer. Redemoinhos de pensamentos atreladas à louca vontade de sair por aí buscando um sinal de que a vida, vale mais refletir do que ocasionalmente aqui acolá sair em busca de algo concreto a ter que me firmar. Nunca acreditei no simples hábito de fazer, desde que não fosse com a devida coerência entre o pensar e o efetivamente fazer. Sempre fui alheio à tudo em minha volta até levei um golpe na boca do estômago e senti logo o gosto amargo da doação. Doei e não me arrependo de absolutamente nada, paguei todas as contas com o rigor de quem segue à guerra para ser combatido. Combalido fiquei por muito tempo que até hoje não sinto a dor e o prazer de estar prazeroso. Ergui e não encontrei a ninguém a não ser a mim. Encontro cara a cara com minhas expectativas frustradas e amores perdidos. Em busca de mim, sempre me vi em apuros ao mesmo tempo entrava numa fuga incessante de tentar me perder e me livrar de justificativas intermináveis. Sou arredio, sei disso e me recuso a sair de mim depois de tanto tempo de busca. Apropriei de mim e não permito desapropriação nem movimentos tirânicos que queiram de mim desfazer. Oxalá seja eu, agora e sempre.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui