Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
26 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57766 )
Cartas ( 21192)
Contos (12688)
Cordel (10207)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9127)
Erótico (13426)
Frases (44571)
Humor (18706)
Infantil (3973)
Infanto Juvenil (2911)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138411)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5041)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Tanta coisa eu queria recordar -- 23/06/2004 - 12:14 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Tanta coisa eu queria recordar do passado, mas nem me lembro mais
José de Sousa Dantas, em 23/06/2004

Começando da minha adolescência,
eu queria lembrar as brincadeiras,
os passeios, as festas domingueiras,
os costumes de toda a ambiência,
tudo o que me influiu na existência,
o convívio com manos e meus pais,
com amigos, pessoas cordiais,
as histórias do povo do lugar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Sempre sonho com as coisas que eu fiz
no período da minha mocidade,
o meu peito se enche de saudade,
revivendo uma fase tão feliz,
quando eu era estudante e aprendiz,
procurando alcançar meus ideais,
esse tempo não voltará jamais,
só no sonho é possível retornar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Sei que houve até hoje muitos fatos,
que influíram demais em minha vida,
uma parte por mim foi esquecida,
muito embora procuro nos relatos,
nos compêndios, nos livros, nos retratos,
nos cordéis, nas revistas e jornais,
nos folhetos, arquivos e postais,
mesmo assim, não é fácil de encontrar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Quantas vezes na vida eu precisei
de saber certas coisas do passado,
algum fato ficou desperdiçado,
procurei, até hoje e não achei,
continuo pensando, mas não sei
os detalhes de muito tempo atrás
e os seguintes até os atuais,
é por isso que eu venho lastimar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Se eu pudesse ter a facilidade
de guardar toda história em minha mente,
eu seria super inteligente,
que teria a maior capacidade
de poder resgatar a identidade
das versões com os seus originais,
ampliando os acervos culturais,
sendo um gênio na arte de lembrar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Eu ficava bastante satisfeito,
se eu lembrasse de pronto o que passou,
as histórias contadas por vovô,
e tudo o quanto eu pudesse ter direito
de saber o que vi e ter proveito;
da escola, as lições fundamentais,
e de outras proezas pontuais,
pra que hoje eu pudesse cultivar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Se eu pudesse extrair informação
sobre todo o acervo do passado,
o que está nos trabalhos compilado
e o restante da imaginação,
eu fazia uma grande exposição
sobre os temas antigos e atuais,
revelando as idéias principais,
para todos poderem apreciar.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.

Os namoros, a festa de São João,
os forrós, casamento, cantoria,
farinhada, argolinha, pescaria,
batizado, novena, procissão,
carnaval, futebol, apartação,
as palestras, encontros, festivais,
versos, prosas, canções e rituais,
as lições da cultura popular.
Tanta coisa eu queria recordar
do passado, mas nem me lembro mais.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 949 vezesFale com o autor