Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
110 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57379 )
Cartas ( 21181)
Contos (12605)
Cordel (10139)
Crônicas (22258)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44139)
Humor (18586)
Infantil (3847)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138546)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O RAIO -- 12/07/2003 - 00:41 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O raio que corta

a escuridão

iluminando a noite

fria e úmida

de inverno.



O raio, um clarão

que cega a multidão,

Lindo, rápido e rasteiro,

elemento da natureza

Arma do deus Zeus.



O raio que cai

uma vez no lugar,

que vai mostrando onde o trovão

estronda fincado na terra

como uma grande guerra

onde todos param

para ver o raio passar.



O raio eternidade

que no passado reinava de verdade.



Mostrando a credulidade

da humanidade,

Seu temor divino

que desde menino

passamos a sentir.



O raio que virou faísca

num pára-raio

tornando-se controlável

como tudo pode ser

Como tudo será!



Diante de um raio extinto

Podemos tudo que fazemos

Menos o controle de nosso instinto

que corta, fere e dilascera

como uma unha cortante d uma fera.

Lembrando que o raio

de dentro de nós

Nenhuma tecnologia

irá segurar.



MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA

marceloosouzasom@aol.com

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui