Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
47 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57090 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43731)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138298)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Olim-piada! -- 05/08/2016 - 08:14 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
OLIM- PIADA





Nesses últimos anos o Brasil apareceu no cenário mundial com diversas facetas, como cicerone da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Agora organizando a Olimpíada.

A imagem que o nosso país tenta passar é de que o povo é festeiro, alegre, que por mais dificuldade que tenhamos, o povo sempre está sorrindo.

No intervalo desses sorrisos, estamos sucumbindo à violência, que se alastra a cada canto da nossa nação, não existe ninguém que não foi assaltado ou não tenha tido uma pessoa muito próxima que não tenha sido alvo dos incautos.

A saúde encontra-se um verdadeiro caos, pessoas dormem na fila, algumas chegam a morrer sem atendimento de urgência, agora foram instaladas pulseiras nos pacientes para selecionar quem vai ser atendido primeiro, além de passar horas na fila tem a hora do desesperado, devidamente catalogado.

Doenças que já tinham sido erradicadas, voltaram; o povo no geral também não tem direito a receber determinadas vacinas, somente se pagar caro na rede particular.

A educação pública é um perfeito desespero, estudantes muitas vezes tem que conviver com marginais fardados, que não assistem aulas, outros que não são alunos mas mesmo assim invadem os colégios para traficar, a polícia fica de mãos atadas pois o efetivo é cada vez mais exíguo, quando ela chega eles saem e depois voltam a aterrorizar a comunidade escolar, que muitas vezes é cercada pela violência.

Funcionários trabalham sem receber o seu parco salário, reféns de empresas terceirizadas, enganam-se com um dia poder ter a vida melhor.

Lá “encima” em Brasília, é processo para tudo quanto é canto, presidenta saindo, presidente de câmara investigado, presidente de senado também; deputados encobrindo presidente; deputados se encobrindo; entre uma falcatrua e outra, uma paradinha para cortar mais alguns direitos do trabalhador; depois um ajuste na crise que eles próprios criaram.

Assim o Brasil vai se arrastando através dos anos de sofrimento e hoje atolados em meio à corrupção e violência os brasileiros corroboram com a piada e ainda sorri e participa, chamada Olimpiadas.







Marcelo de Oliveira Souza,IWA

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui