Usina de Letras
Usina de Letras
90 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62145 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13566)

Frases (50551)

Humor (20021)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140784)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6175)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->DECLARAÇÃO DE AMOR -- 13/06/2003 - 09:18 (ALEXANDRA APARECIDA JAHNEL PASCOAL) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
DECLARAÇÃO DE AMOR







Quem dera poder tivesse para falar do amor,

de todo o amor, de qualquer amor, daquele amor.;

mas o vento me levou por muitas paragens,

me conduziu por lindas paisagens,

mas também por quadros de lamento e dor.;

então, quem sou para falar de amor?



Hoje tenho o que sempre desejei,

amor assim nunca sequer sonhei.;

descobri o amor incondicional,

sentimento quase que sobrenatural,

que me fez amar como nunca amei,

percorrendo caminhos que jamais trilhei.



Em meus sonhos mais secretos entrou,

meus pensamentos e alma explorou.

Como mar calmo me acalanta,

como mar bravio no ar me levanta.

Como não amar quem tua alma libertou?

Como não amar quem teu coração amparou?



Que nesse caminho já trilhado, lado a lado andamos.;

que a cada queda, passo a passo, juntos estamos.

Como posso esse intenso amor descrever,

sem dizer que nunca mais tive o que temer?

Como posso dizer quão feliz sou quando nos amamos?

Como descrever o que minha alma sente quando nos tocamos?



Nesse dia dos namorados queria meu coração lhe dar,

queria que soubesse o quão grande é minha forma de amar.;

e eis meu coração aqui, em forma de palavra e rima,

que nada há de apagar esse amor, nem destino, nem sina.;

que nada há de conseguir, por muito tempo, nos apartar.;

que em pouco tempo nossas sombras, juntas, vão estar.



Que a cada dia mais te amo, não seria o suficiente para dizer.;

teu sorriso ilumina minha alma, transformando-a em eterno amanhecer.;

tua alma me acalanta e eu me sinto tão protegida,

que em distantes dias fica minha alma reprimida.;

você é meu jardim em pleno inverno, sempre a florescer.;

é meu destino, meu caminho, meu porto seguro ao anoitecer.

A eternidade pode vir sem medo, que te direi ano a ano.;

sempre e muito, sem qualquer margem para engano,

que te quero muito e que muito te amo



PARA MEU MARIDO MARCOS PEREIRA PASCOAL



XANTRA LENHAJ

12/06/2003





Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui