Usina de Letras
Usina de Letras
18 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10254)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5387)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Fazendo amor na rede -- 10/03/2004 - 19:47 (Aline Dremir) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Fazendo amor na rede

Em casa tem um quintal
Árvore e uma parede
Domingo após o almoço
Eu armo a minha rede
Na sombra daquela planta
Tem passarinho que canta
Depois de matar sua sede.

Naquela rede então
Ao delírio me entrego
Com pouca roupa me deito
Só não vê quem é cego
Fico querendo chamego
Rolo no desassossego
Doce tesão que não nego.

O mormaço me deixa mole
Molhadinha de suor
Fico altamente dolente
Deitada rolando só
Com olhar de peixe morto
O pensamento absorto
Querendo coisa melhor.

Penso num macho suado
Deitado ao lado meu
Embalando a fantasia
Na vontade que se deu
Arrancando a minha roupa
Me bebendo feito sopa
Na fome que sucedeu.

Ele por cima de mim
Na rede a balançar
Eu gemendo no balanço
No gozo chego a gritar
Eu mordendo e arranhando
Ele furioso amando
Me fazendo delirar.

Embaixo da mangueira
Sentindo no corpo o vento
Meu corpo todo explode
Num espasmo violento
No solitário prazer
Eu chego quase a morrer
Gozando no pensamento

Aline Dremir
10/03/2004
alinedremir@bol.com.br








Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui